Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Centro de pesquisa chinês apresenta 14 bebês panda

Um centro de pesquisa na China conseguiu um feito raríssimo: a reprodução de 14 filhotes de urso panda em cativeiro. Menos de 2.000 pandas vivem hoje nas montanhas chinesas.

Filhotes de panda são apresentados ao público neste domingo (29) na China (Foto: China Daily/Reuters)Mas o destino dos filhotes gerados na Base de Pesquisa e Criação de Pandas de Chengdu, na província de Shichuan, não deve ser as florestas do país.
Os pandas devem seguir para zoológicos de várias partes do mundo que estejam dispostos a pagar caro pelo "aluguel" dos animais. Um casal chega a custar quase R$ 2 milhões por ano.
Fonte: UOL.com.br 

Setores de serviços chineses são abertos a investidores estrangeiros

Beijing, - O Conselho de Estado da China, o gabinete, aprovou na sexta-feira um plano detalhado para permitir que o capital estrangeiro entre em mais setores de serviços na Zona de Livre Comércio (ZLC) de Shanghai.
Empresas estrangeiras serão autorizadas a operar "uma porção de tipos específicos do negócio das telecomunicações com valor agregado com a condição de garantir a segurança informática".
A zona, com uma área de quase 29 quilômetros quadrados, é criada com base no modelo das áreas de livre comércio existentes em Shanghai: a Zona de Livre Comércio de Waigaoqiao, o Parque Logístico de Livre Comércio de Waigaoqiao, a Zona Portuária de Livre Comércio de Yangshan e a Zona de Livre Comércio Abrangente do Aeroporto de Pudong.

Fonte: Agência Xinhua em 29/09/2013

Sokan, diretor da Chinatur, fala de mais um projeto grandioso da China

Nova ferrovia eletrificada na Bielorrússia foi construída por empresa chinesa

A ferrovia eletrificada Osipovichi-Zhlobin entrou em funcionamento na Bielorrússia. Esta ferrovia foi um projeto da Corporação Nacional de Importação e Exportação de Eletricidade da China.
A ferrovia eletrificada tem 107 quilômetros e as obras de reconstrução custaram aos cofres do Estado US$80 milhões.
O projeto de eletrificação da ferrovia foi o primeiro do gênero na Europa a contar com a participação de uma empresa chinesa. A reconstrução vai aumentar a eficiência de transporte em 13% e diminuir o consumo energético em 35%.

Fonte: CRIOnine em 29/09/2013

China é reeleita para o Conselho da Organização Internacional de Aviação Civil

A Administração da Aviação Civil da China revelou nesta segunda-feira (30) em Beijing que a China foi reeleita para o grupo I do Conselho da Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO, sigla em inglês) na 38ª Assembléia da entidade realizada no último dia 28 em Montreal, Canadá.

Nos últimos anos, o transporte aéreo da China tem entrado em uma fase de desenvolvimento rápido. Segundo estatísticas, em 2012, o setor registrou cerca de 61 bilhões de toneladas-km em volume total do transporte, 319 milhões de pessoas em número de passageiros, e 5,45 milhões de toneladas em volume de cargas e correios.

Fonte: CRIOnline em 30/09/2013

China publica lei para proteger os direitos do turista

A primeira lei para o turismo, na China, será lançada amanhã (1). A Administração Estatal de Turismo do país exigiu que os órgãos envolvidos executem seriamente a lei para combater as ações que afetem os direitos dos turistas.

Entretanto, os governos locais do país estão atentos e tomaram uma série de medidas para divulgar e a lei, tendo a mesma ganho uma repercussão positiva na sociedade. 

De acordo com a exigência da administração estatal, diferentes regiões do país deverão investigar rigorosamente as atividades organizadas por algumas entidades ligadas ao turismo, que praticam preços irrazoáveis.

Fonte: CRIOnline em 30/09/2013

China oferece incentivos fiscais para energia solar

O Ministério das Finanças anunciou que oferecerá incentivos fiscais para manufatureiros de produtos de energia solar, a fim de encorajar o uso dessa energia verde.
De 1º de outubro de 2013 a 31 de dezembro de 2015, vendedores de produtos de eletricidade que produzem propriamente com energia solar receberão reembolso imediato de 50% no imposto de valor agregado, disse o ministério em uma nota.
A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, o principal órgão de planejamento econômico da China, decidiu em 30 de agosto oferecer um subsídio de 0,42 yuan (US$ 7 centavos) por quilowatts-hora a estações distribuídas de energia solar.
Mesmo se o mercado doméstico expandir, a ocupação excessiva da produção chinesa não pode ser dissolvida totalmente, apontaram analistas.

Fonte: Agência Xinhua em 30/09/2013

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Sokan K. Young, diretor da Chinatur, conta um pouco da Feira de Cantão - China

A Feira de Importação e Exportação de China, também chame-se a Feira de Cantão, sido fundado pela primavera de 1957, isso acontece todos os anos na primavera e o outono e 53 anos de existência, está no momento a feira maior comercial, de nível mais alto, com o melhor resultado em operações de China. É uma feira de importância internacional com tradicional, múltiplo e caráter multifuncional.
Zona de exportação de Feira de Cantão é composta por 48 delegações de comércio, incluindo mais de vinte mil companhias de comércio externo, fábricas, instituições de investigação científica, companhias com investimento externo, companhias com investimento completamente externo / companhias de investimento único, companhias privadas de credibilidade boa e de firme financeira.
As formas de comércio da Feira de Cantão são múltiplas e flexíveis. Além da forma tradicional das negociações de acordo com amostras, ele acontece também a Feira em Internet. É principalmente com guia ao comércio da exportação, mas ao mesmo tempo as tais atividades econômicas são desenvolvidas como o comércio da importação, as formas diversas da troca da cooperação econômica, a importação e exportação de técnica, a inspeção de bens, o seguro, o transporte, a publicidade e a consulta, etc. Os comerciantes ambulantes do mundo inteiro se encontram em Guangzhou, enquanto trocando os dados comerciais e desenvolvendo a amizade.

Data da realização :   
114a Feira de Canton
Fase 1:15-19 de Outubro de 2013 9:30-18:00
Fase 2:23-27 de Outubro de 2013 9:30-18:00
Fase 3: 31 de Outubro - 4 de Novembro de 2013 9:30-18:00
Fase da Feira    5 dias por fase
Lugar da exposição:    Complexo da Feira de Exportação e Importação da China (No. 380, Yue Jiang Zhong Lu, bairro de Haizhu, Guangzhou, China. )

Chinesa CNOOC deverá investir US$2 bi em Uganda

A petroleira chinesa CNOOC recebeu a liberação final para produção no campo petrolífero Kingfisher em Uganda e irá investir 2 bilhões de dólares ao longo de quatro anos para o desenvolvimento da área, disse uma autoridade do país africano.

Plataforma de petróleo da Total no Mar do NorteO campo Kingfisher, com reservas estimadas de 635 milhões de barris, dos quais 196 milhões são recuperáveis, deverá produzir entre 30 mil e 40 mil barris de petróleo por dia, disse o vice-ministro de Energia, Peter Lokeris.
"O desenvolvimento do campo de Kingfisher tem custos estimados em 2 bilhões de dólares a serem gastos em quatro anos", afirmou.


Fonte: Exame.com 

Nova zona de livre comércio da China gera altas expectativas

Pequim/Xangai - A China anunciou formalmente planos detalhados para uma nova zona de livre comércio em Xangai, promovida como potencialmente a maior reforma econômica do país desde que Deng Xiaoping usou uma zona similar em Shenzhen para abrir em 1978 a economia fechada ao comércio.
Notas de iuane
Em anúncio do Conselho de Estado, ou o gabinete, nesta sexta-feira, a China informou que vai abrir seu protegido setor de serviços para a competição externa na zona de comércio e utilizá-la como teste para reformas financeiras audaciosas, incluindo um iuan coversível e taxas de juros liberalizadas.
Economistas consideram ambas as áreas como impulsos essenciais para reestruturar a segunda maior economia do mundo e colocá-la em um caminho de crescimento mais sustentável.
Fonte: Exame.com 27/09/2013

Circo Nacional da China traz espetáculo a Salvador

Público pode conferir "A Bela Adormecida" de 17 a 20 de outubro.
Sessões serão no no Teatro Iemanjá, no Centro de Convenções da Bahia.


Circo Nacional da China (Foto: John Smith)O Circo Nacional da China, da Companhia Nanjing Acrobatic Group, fará mais uma turnê pelo Brasil, e passará por Salvador com o novo espetáculo “A Bela Adormecida", com apresentações de 17 a 20 de outubro, no Teatro Iemanjá, no Centro de Convenções da Bahia.





Fonte: CRIOnline em 27/09/2013

China quer promover parceria com a América Latina

O chanceler chinês, Wang Yi, reuniu-se, na sede da ONU, em Nova Iorque, com os seus homólogos de representantes de países da América Latina e do Caribe.
Perante os líderes daqueles países Wang Yi apontou que o novo governo chinês presta alta atenção ao desenvolvimento das relações com a América Latina, querendo promover cooperações bilaterais. Segundo ele, as cooperações sino-latino-americanas correspondem aos interesses de ambos os lados, ajudam a elevar a posição internacional dos países em desenvolvimento, e beneficiam os povos dos dois países e até de todo o mundo.
Wang Yi lembrou que este ano têm ocorrido frequentes visitas de alto nível entre a China e a América Latina. O presidente chinês Xi Jinping visitou três países latino-americanos e reuniu-se com líderes dos oito países caribenhos. Enquanto chefes de Estados de oito países da região visitaram a China. Os consensos alcançados por líderes durantes as visitas indicam uma direção clara para o futuro desenvolvimento das relações entre a China e a América Latina, concluiu Wang

Fonte: CRIOnline em 26/09/2013

Chanceler chinês diz que China é sempre um país em desenvolvimento

A China é sempre um dos países em desenvolvimento, afirmou o ministro chinês das Relações Exteriores na sede da ONU em Nova Iorque ao participar da 37ª reunião de chanceleres do Grupo do 77.
No discurso proferido, Wang Yi apontou que os países em desenvolvimento estão encarando mais oportunidades do que desafios. Na opinião dele, o mais importante é que os países em desenvolvimento priorizem a economia, desenvolvimento e melhoria das condições de vida da população, aproveitando as oportunidades e enfrentando os desafios através de reforma e abertura, progresso tecnológico e cooperações.
Wang Yi avaliou que os países em desenvolvimento estão se tornando participantes em assuntos mundiais e construtores de sistemas internacionais de cooperação.
Além disso, Wang Yi indicou ainda que sem dúvida, a China é agora um dos países em desenvolvimento e que no futuro, apesar da prosperidade, a China ainda será um membro deste grupo. Segundo Wang, a China será sempre um amigo confiável e um parceiro sincero para os outros países em desenvolvimento.

Fonte: CRIOnline em 27/09/2013

Banco Industrial e Comercial da China abre em São Paulo

O Banco Industrial e Comercial da China (ICBC) abriu uma filial no Brasil, em São Paulo.

O presidente do ICBC Brasil, Zhao Guicai, disse que este banco está bem atento ao sentido estratégico e potencial do mercado brasileiro. O ICBC vai estabelecer relações estreitas com os bancos comerciais e instituições de investimento do Brasil, de forma a discutir a possibilidade de cooperação nas áreas dos empréstimos, financiamentos para mercadorias e infra-estruturas.

Segundo Zhao Guicai, o ICBC vai convocar alguns simpósios de negócios para apresentar às empresas chinesas a política de tributação brasileira, as operações de comércio, logística e apoio de financiamento.

O comércio e investimento direto entre a China e Brasil registraram um aumento forte nos últimos anos. A China é o maior parceiro comercial e o maior destino de exportação do Brasil. Entre 2009 e 2012, a China investiu US$21,5 bilhões no Brasil através de aquisição empresarial.

Fonte: CRIOnline em 27/09/2013

Brasil espera que mais empresas de Chongqing invistam no país


Inserido no programa de eventos do Mês Cultural do Brasil, o embaixador brasileiro, Valdemar Carneiro Leão Neto esteve em Chongqing, no sul da China, onde revelou as suas expectativas de que mais empresas daquela cidade invistam no Brasil, a fim de impulsionar a cooperação econômica e cultural entre aquela cidade chinesa e o Brasil.

Leão afirmou que o
Brasil e a China têm uma relação de parceria estratégica. Como um centro econômico do oeste da China, o rápido desenvolvimento da cidade impressionou todo o mundo. Atualmente, empresas da cidade já realizaram investimentos em várias áreas do Brasil, ambas as partes tem contatos muito frequentes.
Leão disse ainda que o governo do Brasil empenhou-se recentemente em aperfeiçoar a construção de infra-estruturas, e lançou políticas preferenciais como a cobrança de taxas e investimento no setor industrial, a fim de criar mais oportunidades para as empresas investirem no país.

Fonte: CRIOnline em 27/09/2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Banco do Brasil terá agência na China

O Banco do Brasil deve receber até o fim deste ano a terceira e última autorização necessária para abrir a primeira agência de um banco brasileiro em Xangai, na China. A instituição está presente no mercado chinês desde 2010 com um escritório de representação. A informação é do executivo Paulo Rogério Caffarelli, vice-presidente de Atacado, Negócios Internacionais e Private Bank do BB.
No mês passado, o regulador local, o China Banking Regulatory Commission (CBRC), realizou uma inspeção na unidade do BB e deve encaminhar documento solicitando o início dos negócios à autarquia em Pequim. Feita a análise dos documentos apresentados e do relatório da CBRC-Xangai contendo o resultado da inspeção, o banco poderá receber a licença para funcionamento da agência.
Banco do BrasilApós obter a última autorização necessária, o BB terá, segundo Caffarelli, um prazo de aproximadamente seis meses para transformar o escritório em agência.
“Temos uma necessidade de crescer na China por causa do volume de negócios que o Brasil vem fazendo com este país. Estamos na metade do caminho para transformar nosso escritório de representação em agência”, disse o executivo, em entrevista ao Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado.
Além do BB, o Itaú BBA, braço de atacado, tesouraria e investimentos institucionais do Itaú Unibanco, tem operação em Xangai e o Itaú Securities, corretora do conglomerado, mantém uma filial em Hong Kong.
Fonte: Exame.com em 26/09/2013


Valor de comércio externo da China deve ser o maior no mundo este ano

O porta-voz do Ministério do Comércio da China, Shen Danyang afirmou recentemente em uma reunião para analisar a situação econômica do país, que tem expectativas positivas para o crescimento econômico chinês, no quarto trimestre de 2013. De acordo com uma estimativa, o índice de crescimento deste ano deverá registrar cerca de 8% e o valor total do comércio exterior deverá ser o maior a nível global.
Shen Danyang disse que de acordo com os dados divulgados pela alfândega nos últimos dois meses, o comércio externo do país registrou uma melhoria. Shen apontou que as políticas macroeconômicas promovem o comércio exterior. Além disso, a transformação do modelo de desenvolvimento também eleva a competitividade das companhias.

Fonte: CRIOnline em 26/09/2013

Economista chinês prevê bom desempenho da macro-economia em 2013

O ex-economista geral do Departamento Nacional de Estatísticas da China, Yao Jngyuan, afirmou que a macro-economia da China em 2013 vai ter um bom desempenho, numa perspetiva geral.
Em um fórum sobre a indústria do milho, realizado em Beijing, Yao Jingyuan disse que através de uma análise económica, os índices como a taxa de crescimento, taxa de desemprego e a taxa subida do preço, podem demonstrar o perfil da macro-economia. A taxa de crescimento econômico da China foi de 7,6% no primeiro semestre do ano. Yao preve que a taxa de crescimento deste ano possa manter esse nível.
Quanto à subida do preço, ele lembrou que entre janeiro e agosto, o IPC (Índice de Preço aos Consumidores) foi de 2,6% e para o ano inteiro, esse índice pode ser controlado dentro dos 3,5%.
Para Yao Jingyuan, a China planeja criar 9 milhões de postos de trabalho até o final do ano e 80% dessa meta já foi cumprida no primeiro semestre.

Fonte: CRIOnine em 26/09/2013

Ferrovias de alta velocidade da China ultrapassam 10 mil quilômetros

As linhas ferroviárias de alta velocidade da China ultrapassaram 10 mil quilômetros com um trecho que liga a cidade litorânea de Fuzhou à interior Nanchang entrando em operação ainda este mês.
  Esta é a quarta nova ferrovia que entrou em operação desde o início do ano, levando a extensão total das ferrovias para trens de alta velocidade do país a 10.463 quilômetros. No ano passado, era de 9.356 quilômetros.
  Com a inauguração da nova ferrovia, o tempo de viagem entre Fuzhou, capital da Província de Fujian, sudeste da China, e Nanchang, capital da Província de Jiangxi, cairá de 11 horas para 3 horas e 12 minutos. O trem viaja a uma velocidade de 200 quilômetros por hora.
  Na fase inicial da operação, 37 trens-bala serão ultilizados para passageiros e 18 transportarão mercadorias, de acordo com a Companhia das Ferrovias da China. 

Fonte: Agência Xinhua

Presidente chinês promete melhor educação para todos os chineses

     O presidente chinês, Xi Jinping, prometeu esforços para garantir as oportunidades de educação para todas as crianças chinesas.
     Xi disse que o governo e o povo da China apoiarão firmemente a iniciativa liderada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.
  A China tem 260 milhões de alunos e 15 milhões de professores, e por isso Xi admitiu que "a tarefa de desenvolver a causa educacional é árdua".
  Mas o presidente disse que a China implementará absolutamente a estratégia de refortalecer o país através da ciência e educação e prestará sempre a prioridade ao desenvolvimento da educação.
  Xi prometeu expandir ainda mais o investimento educacional e promover a educação universal e ao longo da vida.
  O presidente também indicou que a China intensificará os intercâmbios com outros países sobre a educação e apoia ativamente o desenvolvimento da causa educacional em países menos desenvolvidos. 

Fonte: Agência Xinhua

Importações e exportações de eletrônicos da China têm grande alta entre janeiro e agosto

As importações e exportações chinesas de produtos eletrônicos e de tecnologia da informação (TI) totalizaram US$ 867,3 bilhões nos primeiros oito meses de 2013, um aumento de 17,6% em relação ao mesmo período do ano passado, mostraram os dados divulgados pelo governo nesta quinta-feira.
  A taxa de crescimento foi 9,3 pontos percentuais maior que o crescimento do comércio em geral do país. Os produtos eletrônicos e de TI responderam por quase um terço do volume total do comércio chinês durante o mesmo período, de acordo com o Ministério da Indústria e Informatização.

Fonte: Agência Xinhua

Embaixador brasileiro espera que mais companhias de Chongqing invistam no Brasil

O embaixador brasileiro na China, Valdemar Carneiro Leão, visitou o Município de Chongqing, sudoeste da China, para participar das atividades do Mês Cultural do Brasil, mostrando sua esperança de que mais companhias de Chongqing invistam no Brasil e promovam a cooperação econômica e cultural entre a cidade chinesa e o país.
  A primeira edição do Mês Cultural do Brasil, iniciativa do governo brasileiro programado entre 3 e 29 de setembro, realizará mais de 50 atividades nas cidades de Beijing, Shanghai, Chognqing, Hong Kong, Macau e outras como parte dos esforços para incentivar os interesses da população chinesa na cultura brasileira, aumentar o entendimento e a amizade entre os povos dois países, além de impulsionar o desenvolvimento constante das relações bilaterais.
  O embaixador disse que o Brasil e a China são importantes parceiros estratégicos integrais, e como um centro econômico energético no oeste da China, o desenvolvimento socioeconômico de Chognqing é muito impressionante.
  A cidade de Chongqing conta com muitos programas de investimento no Brasil e as duas partes mantiveram frequentes cooperações e intercâmbios, disse o embaixador brasileiro, acrescentando que Chognqing é uma das maiores base de produção de computadores portáteis do mundo, enquanto o Brasil é o terceiro maior mercado do PC e agora muitos computadores fabricados em Chongqing são vendidos no Brasil.
    Durante o Mês Cultural do Brasil, foram programadas atividades de ampla diversidade, incluindo música, filme, dança e literatura, entre as outras. 


Fonte: Agência Xinhua

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Conheça as lendas mágicas de Laoshan, na China, explorando seus desfiladeiros

O desfiladeiro sul de Laoshan, uma montanha de granito, recheado de recantos escondidos que se ergue sobre o Mar Amarelo.


Uma trilha começa em Dahedon, um vilarejo a sombra de uma grande barragem, onde os terraços de campos de chá dão a impressão de estar suspenso.

No caminho as flores se destacam como uma pintura. A floresta é guiada como se  fosse um sopro de Deus.

Quando se chega ao cume pode-se se ter uma vista panorâmica de Laoshan onde se deslumbra uma imagem indescritível, entre árvores e arbustos se infiltra um aquífero subterrâneo, que forma piscinas vistas por todos os lados.


Contam que a partir da era da dinastia Qin e nos séculos que se seguiram, os imperadores visitaram o lugar em peregrinação, na esperança de encontrar os seres que controlavam o vento e a chuva.

Fonte: Internet

Volkswagen amplia esforços no sul da China com expansão

A Volkswagen planeja dobrar sua capacidade de produção em uma fábrica recém-inaugurada em Foshan, no sul da China,  disse o presidente-executivo para a China,  à medida que a principal montadora da Europa amplia esforços visando uma fatia maior do mercado.
 Fonte: CRIOnline em 25/09/2013

China melhorará políticas para investimento estrangeiro

 A China aprofundará a reforma e aprimorará políticas com melhores serviços para estimular mais investimentos de empresários chineses que estão no exterior, disse o presidente chinês, Xi Jinping.
  Em sua carta de congratulação para a 12ª Convenção Mundial de Empresários Chineses, Xi disse que os empresários chineses no exterior terão uma grande plataforma para pôr em prática suas visões durante o grande rejuvenescimento da nação chinesa.
  O evento foi inaugurado nesta quarta-feira em Chengdu, capital da Província de Sichuan, sudoeste da China.
  Xi disse que empresários chineses no exterior, com seu trabalho árduo e excelentes tradições, vêm vivendo com populações de todo o mundo de forma harmoniosa e contribuíram para o progresso socioeconômico do mundo.
  Xi espera que os empresários agarrem a oportunidade de participar ativamente do impulso de reforma e abertura da China e de sua modernização para desenvolver seus negócios via benefício mútuo e cooperação com o país. 

Fonte: Agência Xinhua em 25/09/2013

terça-feira, 24 de setembro de 2013

China adquire participação na Uralkali, gigante russa

A China,  maior consumidor mundial de potássio, adquiriu uma participação de 12,5 por cento na russa Uralkali, líder na produção do nutriente, disse a empresa nesta terça-feira.
Uralkali - potássioO acordo, um raro exemplo de uma aquisição chinesa direta de um ativo russo de recursos naturais, ocorreu em meio a especulações de que o magnata Suleiman Kerimov poderia vender sua grande participação na Uralkali por conta de uma disputa entre a Rússia e Belarus.
O China Investment Corp (CIC), fundo soberano da China, recebeu uma participação na Uralkali em um negócio de troca de títulos com a Wadge Holdings Ltd.
Uma fonte com conhecimento sobre a transação disse que o negócio foi desencadeado quando o valor de mercado da Uralkali caiu abaixo dos 20 bilhões de dólares. Nenhum dinheiro mudou de mãos no negócio.

Chanceler chinês encontra-se com o seu homólogo britânico

O chanceler chinês, Wang Yi, encontrou-se, em Nova Iorque, com o seu homólogo britânico, William Hague.
Na ocasião, Wang Yi disse que as relações sino-britânicas possuem grande potencial e um futuro brilhante, e que aprofundar as cooperações bilaterais corresponde aos interesses comuns. Com os esforços das ambas as partes, as relações entre os dois países já superaram as dificuldades, chegando a um novo patamar. Wang Yi sublinhou que a confiança mútua política é a base do desenvolvimento saudável das relações sino-britânicas. As duas partes devem respeitar mutuamente o interesse fundamental além de promover as relações bilaterais e cooperações, em diversos setores.
Por sua vez, Hague afirmou que o Reino Unido acompanha com elevada atenção a relação com a China. Recentemente, a parte britânica tem promovido ativamente as visitas de alto nível entre os dois países. Segundo ele, o país decidiu enviar mais diplomatas para a China, o que reflete uma atitude ativa da parte britânica no sentido de desenvolver as relações bilaterais. Hague acrescentou ainda que o país está disposto a reforçar as coordenações e cooperações com a China no Conselho de Segurança da ONU, na ação da manutenção de paz e na questão do desenvolvimento.

Fonte: CRIOnline em 24/09/2013

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Brasil domina negócios de soja com China em 2013

 O Brasil continua dominando com folga os negócios globais de soja com a China em 2013, enquanto as importações chinesas da oleaginosa dos Estados Unidos despencaram, de acordo com dados da alfândega do país asiático.
A China, maior importador global do produto, registrou desembarques de 6,4 milhões de toneladas de soja em agosto, crescimento de 44 por cento na comparação com o mesmo mês do ano passado. Do total, a oleaginosa brasileira respondeu por 5,1 milhões de toneladas, um volume que representou um crescimento de 82,2 por cento ante agosto de 2012.
No acumulado do ano até agosto, as importações chinesas da soja de todos os países fornecedores aumentaram 4,4 por cento, para pouco mais de 41 milhões de toneladas, com o Brasil respondendo por 23,9 milhões de toneladas, aumento de 20,1 por cento ante o mesmo período do ano passado.
Para isso, os exportadores brasileiros contaram com a oferta de uma safra recorde superior a 80 milhões de toneladas.
Já o total de soja dos EUA desembarcada em agosto caiu 99,6 por cento em agosto, uma vez que os estoques do país estão baixos após uma colheita fraca em 2012 e antes da entrada da nova safra, que está próxima de ser colhida.
No acumulado do ano até agosto, a China importou 12,5 milhões de toneladas de soja dos EUA (segundo fornecedor do produto à China no ano), queda de 18,6 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado.
Os desembarques de soja brasileira na China em setembro deverão cair ante agosto, considerando as exportações consolidadas do Brasil para o gigante asiático no mês passado, que somaram 3,8 milhões de toneladas, segundo dados do governo brasileiro.
O Brasil já exportou grande parte da soja da última safra. De janeiro a agosto, os embarques do grão do país somaram 37,1 milhões de tonelada, para todos os destinos.
A indústria prevê exportações recordes de 40,5 milhões de toneladas no ano comercial que vai de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014.
Com a redução na oferta brasileira e a entrada da colheita dos EUA, a tendência é de os norte-americanos elevarem suas exportações aos chineses nos últimos meses do ano.
Na semana passada, os norte-americanos relataram vendas de quase 2 milhões de toneladas de soja à China.
Fonte: Agência Reuters em 23/20/2013

Economia da China dá sinais claros de recuperação

Pequim - O ministro das Finanças da China,  Lou Jiwei, afirmou que a economia do país está dando sinais claros de recuperação recentemente, especialmente em setores como eletricidade, produção e transporte ferroviário.
O ministro das Finanças da China, Lou JiweiSegundo o jornal Oriental Morning Post, o ministro disse que a China tem condições e confiança para manter o crescimento econômico estável e relativamente rápido. Além disso, Lou afirmou que acredita que os países asiáticos tem um melhor panorama fiscal atualmente em comparação com 1997, durante a crise financeira da região.
De acordo com a publicação, esse panorama fiscal deve ajudar a aliviar qualquer impacto nas economias desenvolvidas a partir das mudanças das medidas de flexibilização monetária.
      Ministro das Finanças da China, Lou Jiwei
 Fonte: Dow Jones Newswires

PMI industrial avança para 51,2 em setembro

Pequim - O resultado preliminar do índice dos gerentes de compras (PMI) da indútria medido pelo HSBC avançou para 51,2 em setembro, em comparação com 50,1 em agosto. Desta maneira, o PMI chegou ao nível máximo em seis meses.
Indústria chinesaAcima de 50, o dado indica expansão em relação ao mês anterior; abaixo de 50, aponta contração.
"A leitura mais forte da atividade da indústria em setembro reflete as melhorias simultâneas das condições da demanda externa e também da doméstica. Esperamos uma recuperação mais sustentada à medida que a filtragem inicial através de medidas de ajustes finos recentes deve impulsionar a demanda doméstica", observou o economista Qu Hongbin, do HSBC, por meio de nota. 
Fonte: Dow Jones Newswires.

Inaugurado o primeiro voo direto entre Londres e Chengdu

Um avião civil de Boeing 777-200, decorado com um desenho de um panda gigante, aterrisou hoje(23), no aeroporto internacional da cidade de Chengdu, na China, inaugurando oficialmente a rota aérea entre Londres e Chengdu. Com esta nova linha, a região centro-oeste da China pode se ligar diretamente a Londres.

O voo conduzido pelo British Airelines, decolou do London Healthrow Airport para uma viagem de 10 horas.

O avião de Boeing 777-200 tem a capacidade para 224 pessoas. Ele voará semanalmente nas segundas, quartas e sextas-feiras. Aos passageiros serão oferecidos pratos de Sichuan.

Depois dos voos de abertura entre Londres e Beijing e entre Londres e Shanghai, agora é a vez de Chengdu, a terceira cidade que mais tem contribuído para British Airlines durante 32 anos. Este voo vai oferecer mais facilidade para os passageiros e visitantes da província de Sichuan e do Centro-Oeste da China, que agora não necessitam mais fazer baldeação em Beijing, Shanghai ou HongKong.

Fonte: CRIOnline em 23/09/2013

Companhias chinesas listadas preveem lucro maior no terceiro trimestre

Cerca de 60% das companhias chinesas listadas em bolsa acreditam que o lucro delas no terceiro trimestre aumentará devido à recuperação cíclica e ao rapido crescimento das indústrias emergentes, noticiou nesta segunda-feira o jornal China Securities News.
  Das 941 empresas que publicaram resultados prévios do terceiro trimestre, 509 previram aumento no lucro e 48 descartaram prejuízo.
    Produtores de maquinaria, companhias petroquímicas e fabricantes de metais não ferrosos viram o lucro crescer, já que a firme recuperação econômica estimulou a demanda da indústria, disse em um relatório a Hongyuan Securities.
  Os ganhos de fornecedores de serviços de informação e fabricantes de equipamentos eletrônicos também aumentaram, beneficiados pelo programa do governo para promover as indústrias emergentes de importância estratégica.
  A maioria das empresas de serviços de informação prevê um aumento de pelo menos 40% em seu lucro. 

Fonte: Agência Xinhua

China apresenta eventos de cultura taoísta na Europa

Uma série de eventos para promover a cultura taoísta será realizada na Bélgica, Reino Unido e França de 26 de setembro a 6 de outubro, como parte dos esforços para expandir a influência internacional desta religião.
  Exibições, aulas e espetáculos de artes marciais relacionados à cultura taoísta serão apresentados durante o período, disse Meng Zhiling, porta-voz da Associação Chinesa de Taoísmo, em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira.
  O programa, o primeiro do tipo organizado pela associação, dedica-se à promoção da cultura chinesa ao mundo, assinalou Meng.
    O Taoísmo é uma religião antiga que se originou da filosofia do Lao Tze (571-471 a.C.), autor do livro Tao De Ching, no qual disse que tudo no universo se originou do nada e que precisa haver harmonia entre seres humanos e natureza. 

Fonte: Agência Xinhua

Chanceler chinês se reúne com Ban Ki-moon

O chanceler chinês Wang Yi, se reuniu ontem (22), horário local, em Nova Iorque, com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon. Wang Yi afirmou que a ONU é a organização internacional mais representativa e com maior autoridade. Ele disse que a China apóia o empenho da ONU na manutenção da paz e do desenvolvimento mundial.

Em relação ao tema do desenvolvimento, Wang Yi disse que essa questão marca o tema da Assembleia-Geral da ONU. Por isso é uma questão muito importante para os países em desenvolvimento. Ele apontou que a China persiste em desenvolvimento sustentável, em prol ao povo chinês. Para ele, essa maneira também corresponde a tendência do desenvolvimento mundial. 

Wang Yi espera que os envolvidos se esforçem na concretização da Meta do Milênio da ONU e elaborem um plano de desenvolvimento para depois de 2015. O  chanceler chinês salientou que os países devem impulsionar o desenvolvimento sustentável sob o princípio da "responsabilidade comum, mas diferenciada", a fim de manter uma relação equilibrada entre a economia, sociedade e ambiente.

Ban Ki-moon elogiou o papel desempenhado pela China. 

Fonte: CRIOnline em 23/09/2013