Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Lions - FOLAC 2022 - Bucaramanga - Colômbia

Bucaramanga, sede de 50º FOLAC, é a capital do departamento de Santander, foi fundada em 22 de dezembro de 1622 como cidade indígena designada de terras de reserva atribuídas à jurisdição de Pamplona pelo padre Miguel Trujillo e pelo capitão Andrés Páez de Sotomayor. Seu território é um dos mais montanhosos da Colômbia porque é atravessado ao norte pela cordilheira oriental.


Programação:


Contato para FOLAC 2022 - Bucaramanga - Colômbia 

CL Sokan Kato Young
Assessor de Relações Internacionais
(11) 98149-5847 (whatsapp)
sokan@chinatur.com.br

Principais atividades turísticas em Guangzhou, China

A terceira maior cidade da China, Guangzhou é o coração da megalópole que é o Delta do Rio das Pérolas. Esta localização ao longo do Mar da China Meridional há muito faz de Guangzhou um dos portos comerciais mais importantes da China, com uma origem colonial e uma sociedade culturalmente diversa.



Hoje, a capital da província de Guangdong, anteriormente conhecida como Cantão, encontrou uma base sólida como uma metrópole em expansão cheia de arquitetura de ponta, comida cantonesa saborosa. Curiosamente, Guangzhou é também uma das únicas cidades na China onde o mandarim e o cantonês são falados quase que alternadamente.



Guangzhou Opera House

A peça arquitetônica mais impressionante da cidade é a impressionante Guangzhou Opera House , projetada por Zaha Hadid. O espaço da performance tem as curvas fluidas características de Hadid, que de acordo com o arquiteto foram inspiradas por duas rochas levadas pelo rio das Pérolas.
 


A casa de ópera, inaugurada em 2010, tem uma aparência tão futurística por dentro quanto por fora; as performances abrangem tudo, desde partituras clássicas a óperas cantonesas.



Comida cantonesa

Guangzhou, por muito tempo o lar espiritual da comida cantonesa, também é uma das cidades mais saborosas da China - um status que está prestes a se tornar oficial com o lançamento de um Guia Michelin para a cidade.



Liwan

O coração tradicional da cidade é Liwan, o bairro antigo, onde as casas não têm mais do que alguns andares e o cantonês ainda é a língua dominante. 


Visite o Mercado de Medicina Chinesa Qingping e vagueie pelas ruas para encontrar vendedores ambulantes sentados em cadeiras de plástico. 


A Shangxiajiu Pedestrian Street , a primeira de seu tipo em Guangzhou


Xiaogang Park

A vida cotidiana na China é vivida em espaços públicos como parques. O extenso Parque Xiaogang, no sul de Guangzhou, é o lugar ideal para um passeio preguiçoso de fim de semana - principalmente ao redor do lago em seu centro. 


Torre Canton

A estrutura mais alta da cidade, a esbelta Canton Tower , tornou-se o verdadeiro marco da Guangzhou moderna
- reconhecível por sua forma sinuosa que se ilumina em um arco-íris de cores à noite. A plataforma de observação, a 488 m de altura, oferece um panorama de tirar o fôlego de Guangzhou e do ultramoderno bairro de Zhujiang New Town. Aumente a velocidade da experiência pegando um bonde de bolha: essas cabines de plexiglass transparentes serpenteiam lentamente pelo topo da torre em uma trilha.

Fonte: lonelyplanet.com

Turismo em Hong Kong - China

 


Hong Kong é uma das cidades mais fascinantes da Ásia. Antiga colônia britânica, a cidade ainda mantém sua forte ligação cosmopolita com o ocidente, passear por lá, é como andar por Londres ou Nova York!


Passear em Hong Kong é muito simples, a rede de transporte metroviário deles é incrível e chega a todos os pontos turísticos, muitos passeios também podem ser feitos a pé.


Comece a sua viagem por Hong Kong no melhor estilo, vendo a cidade de cima e o lugar mais perfeito para isso é o The Peak. O ponto mais alto da cidade e de onde a gente tem uma vista sensacional de Hong Kong, incluindo a baía e Kowloon.


O passeio já começa com a subida pelo The Peak Tram, o funicular que sobe e desce o morro há mais de um século. Não deixe também de explorar as trilhas pela montanha, é super seguro e fácil de fazer.


O Star Ferry é a melhor e mais barata maneira de apreciar a vista da baía, com o paredão de prédios de Hong Kong de um lado e Kowloon do outro.


Depois da travessia, visite o Garden Of Stars, um parque suspenso que foi construído em uma área revitalizada e de onde a gente tem uma vista super bacana da Ilha de Hong Kong.

Perto dali fica o Parque Kowloon, outro parque bonito e enorme bem no coração da cidade.

Na orla de Tsin Sha Tsui você vai ver um lindo pôr do sol, e com o cair da noite e os prédios da Ilha de Hong Kong se iluminando e acompanhado do show de luzes, o Symphony of Lighs.


O maior Buda sentado ao ar livre do mundo e atrai milhares de turistas todos os dias. 

Visite também o Po Lin Monastery, o maior templo budista de Hong Kong. Lindo por fora e impressionante por dentro, esbanjando detalhes em vermelho e dourado. No entorno do templo tem jardins lindos, cheio de cantinhos especiais e bem tranquilos.


Em Lantau fica também a Disneylandia de Hong Kong.


Sha Tin, nos Novos Territórios, quase na fronteira com a China continental visite o Templo dos 10 mil Budas de Hong Kong.


Canton Road você ficará admirado com o show de luzes que as vitrines das marcas mais caras e exclusivas podem proporcionar.


Mercado Noturno da Temple Street, um mercado super tradicional.


Templo Wong Tai Sin, um dos maiores, mais movimentados e certamente mais interessantes de Hong Kong.


Outro Templo que vale a visita é o Man Mo, chama a atenção por ser todo vermelho e dourado por dentro, com imensas espirais de incenso penduradas 
no teto.


Reserve um tempo para visitar o Heritage Museum, um moderno museu que conta a história da presença humana no que hoje é Hong Kong há 6 mil anos. É o maior museu da cidade e conta com seis exposições permanentes que fazem um passeio desde os primeiros homens até a colonização britânica e o desenvolvimento e Hong Kong.


Fonte: vounajanela.com

Novo parque na Nova Área de Xiongan é aberto ao público

 

Com uma área de 18 quilômetros quadrados, o Parque Suburbano de Xiongan foi aberto para a operação experimental no domingo passado (18). O novo parque é o modelo de Xiongan na realização de barreiras ecológicas e de funções de conservação de água nas grandes áreas florestais.


Possuindo uma distância leste-oeste de 6 quilômetros e a norte-sul de 3 quilômetros, o parque é constituído de 14 pavilhões temáticos de cidades diferentes, os quais são projetados e construídos por 11 cidades-prefeitura, duas cidades de nível municipal e Xiongan, que está sob o plano unificado da Nova Área de Xiongan.


O parque é caracterizado por áreas ecológicas primitivas e pela cultura humana, as quais melhorarão a qualidade do espaço urbano e o ambiente de vida dos residentes após a sua conclusão.


O pavilhão principal de Xiongan, localizado no sudoeste do parque, cobre uma área de 53 mil metros quadrados e tem três andares que integram exposições, hotéis e áreas comerciais.

Muitas medidas vem sendo adotadas para tornar o pavilhão de Xiong’an um lugar ecologicamente amigável e sustentável. 


Fonte: Fonte do Diário do Povo

www.chinatur.com.br

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Turismo pelo Tibet - Gyantse, Shigatse e Nam Tso

Palácio de Potala em Lhasa, capital do Tibete

O Tibete está cheio de rotas de viagem incríveis que você pode seguir. Uma das rotas é da capital tibetana de Lhasa  para o lago Yamdrok, Gyantse, Shigatse e depois para o lago de alta altitude de Nam Tso. 

Esta rota oferece o melhor que o Tibete tem a oferecer, incluindo mosteiros antigos, pequenas cidades, vilas agrícolas, lagos incríveis, geleiras e excelentes vistas das montanhas. 


TIBETE COMPLETO (7 dias / 6 noites)

Lhasa (3n) – Gyantse (1n) – Shigatse (1n) – Lhasa (1n)


Com vista para o Barkhor em Lhasa com o Palácio Potala à distância


Com vista para a cidade de Gyantse


No primeiro dia em que você chegar em Lhasa, é melhor relaxar e relaxar. Lhasa fica a 3650 metros (12.000 pés) e tem consideravelmente menos oxigênio no ar do que ChengduBeijing e até Xining.  Barkhor, que fica no centro da cidade velha de Lhasa. Esta antiga área de mercado, que circunda o Templo Jokhang, é uma ótima introdução ao Tibete e o lugar perfeito para fotografar pessoas e observar as pessoas. 
TIBETE E MONTE EVEREST (10 dias / 9 noites)
Lhasa (3n) – Gyantse (1n) – Shigatse (1n) – New Tingri (2n) – Shigatse (1n) – Lhasa (1n)

As águas turquesas do lago Yamdrok. No fundo, o Monte 7191 metros. Nojin Kangtsang.
Há muitas coisas em Lhasa para se manter ocupado por vários dias.  Jokhang, o templo mais sagrado e famoso do Tibete.  O Jokhang é o templo mais sagrado de todo o Tibete e é uma daquelas atrações que não podem faltar. 
Geleira Karo La

Explorar o interior do Potala planeje em torno de 1 1/2 a 2 horas para o Potala. Depois, caminhe pela rota de peregrinação ao redor do Potala. 
Monges durante os debates no Sera Monastery em Lhasa
Drepung, um dos famosos mosteiros budistas de Lhasa

Tibete Ao Completo (7 Dias/6 Noites)


















O Jokhang, o templo mais famoso do Tibete, visto ao nascer do sol.
A Gyantse Kumbum Stupa, uma das maiores do Tibete
Mosteiro de Tashi Lhunpo é a principal atração de Shigatse
Nam Tso, o maior lago da Região Autônoma do Tibete. Ao longo do caminho para Nam Tso, você atravessará o monstruoso Suge La de 5440 metros, uma das passagens mais altas do mundo em que você pode dirigir. Esse passe é mais de 80 metros mais alto que o Khardung La em Ladakh, na Índia, que afirma ser a estrada mais alta para motor do mundo. Do topo do Suge La Pass, você pode ter uma excelente vista dos picos de 7.000 metros da Cordilheira Nyenchen Tanglha.

Um imponente pico de 7000 metros, visto perto da passagem de Suge La, localizado no caminho de Shigatse ao lago Nam Tso.



Atravessando o Suge La Pass a 5440 metros de altitude


Picos cobertos de neve subindo acima do lago Nam Tso

Bandeiras de oração acima do lago Nam Tso
TIBETE COM TREM DAS NUVENS (13 dias / 12 noites)
Beijing (3n) – Xian (2n) – Xining (1n) – Trem (1n) – Lhasa (3n) – Shanghai (2n)


Tibetanos andando pelas ruas do Barkhor em Lhasa

Palácio Potala de Lhasa