Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Turismo pelos monumentos incríveis na Tailândia

 

País do Sudeste Asiático mais popular entre os turistas, a Tailândia guarda tesouros incríveis, tanto naturais quanto feitos pelo homem. Em um país no qual quase a totalidade da população é budista, destacam-se os templos. Há cerca de 30 mil templos budistas na Tailândia – mais de três mil deles só na capital, Bangkok.



Bangkok abriga alguns dos mais belos templos do país. Um deles é o de Wat Pho, onde está a famosa estátua do Buda deitado, todo coberto de ouro e com 46 metros de comprimento. É o templo mais antigo da cidade.

O Grande Palácio

Antiga residência dos reis da Tailândia, o Grande Palácio é na verdade um complexo de construções em mais de 200 mil m² cercados por muros. Lá dentro há palácios, jardins e templos, como o famoso Templo do Buda de Esmeralda (Wat Phra Kaeo).


Santuário da Verdade (Prasat Sut Ja-Tum)


Localizado na cidade litorânea de Pattaya, o Santuário da Verdade é parada obrigatória na região. Trata-se de uma construção impressionante, toda feita em madeira. Há estátuas diversas e detalhes em alto relevo nas paredes e colunas.

Templo do Buda de Ouro (Wat Traimit)


Em Bangkok, o Templo do Buda de Ouro fica em Bangkok, no bairro chinês da cidade. Além da incrível fachada, com paredes brancas e telhados dourados, o templo impressiona por ter a maior estátua do Buda em ouro maciço do mundo.

Templo do Amanhecer (Wat Arun)


Um dos símbolos de Bangkok, o Templo do Amanhecer fica na beira do Rio Chao Phraya. Possui grandes torres e seu exterior é todo decorado com porcelana, estátuas e conchas. É possível apreciar a vista da cidade do alto da torre principal.

Grande Buda de Phuket


No sul da turística Ilha de Phuket, o Grande Buda é uma estátua de quase 50 metros de altura, localizada no topo de uma colina. O Buda de pernas cruzados é coberto de mármore.

Templo da Montanha (Wat Phra That Doi Suthep)


Construído em 1383 no alto de uma montanha, por isso o nome, o templo fica em Chiang Mai, norte do país. É um dos mais sagrados templos da Tailândia, acessível por uma longa escada e repleto de partes douradas.


Fonte: qualviagem.com.br

www.chinatur.com.br

Lugares incríveis de turismo em Kyoto - Japão

 



Kyoto é um dos principais destinos do Japão e é considerada por muitos a cidade mais bonita do país. Em meio a muitas tradições e uma vida cultural intensa, existem inúmeros templos e santuários, incríveis jardins, cerejeiras, patrimônios da humanidade… Enfim, há lugares de uma beleza surpreendente em todos os cantos de Kyoto. 

Santuário de Fushimi Inari-Taisha

Esse santuário é conhecido por o interminável caminho ladeado por cinco mil toriis (aqueles portões tradicionais japoneses) na cor laranja, todos enfileirados ao longo de uma colina.


Templo Kiyomizu-dera

Talvez o mais famoso templo de Kyoto, Kiyomizu-dera fica no alto de uma montanha, de onde é possível ter uma ótima vista da cidade.

Bambuzal de Arashiyama

No distrito de Arashiyama, há uma linda floresta de bambus, que formam incríveis túneis verdes. É um passeio agradável e garantia de ótimas fotos.

Templo Eikan-do

Construído como um templo budista, Eikan-do destaca-se pelos seus lindos jardins. No outono, eles ficam ainda mais bonitos, quando as folhas das árvores ganham uma coloração avermelhada.

Rua Tetsugaku-no-michi

Essa rua, conhecida como “Philosopher’s Path” (caminho do filósofo), é ladeada por um canal e por cerejeiras, cujos galhos formam uma espécie de teto florido para os pedestres. O ideal é passear por ali na primavera.

Templo Kinkaku-ji

Também chamado de Pavilhão de Ouro, o templo impressiona por ser todo revestido de ouro puro. Em seu entorno há também belos jardins e um lago.

Parque Maruyama

Maruyama é o mais antigo parque de Kyoto, repleto de jardins, restaurantes, pomares e lugares para relaxar. Ele chama a atenção por suas várias cerejeiras – inclusive, o ponto central do parque é uma grande e antiga cerejeira com galhos pendentes.

Templo Ginkaku-ji

Em Kyoto, existe também o Pavilhão de Prata. Durante sua construção, a ideia era revesti-lo de prata, mas isso não chegou a acontecer. Ainda assim, a construção é muito bonita, com um jardim tipicamente japonês a sua volta.

Fonte: qualviagem.com.br







Turismo na China em Shangri La – Yunnan

 


Shangri-La um vale místico e harmonioso, situado no extremo oeste das Montanhas Kunlun. Shangri-La tornou-se sinônimo de qualquer paraíso terrestre, e particularmente uma utopia mítica do Himalaia – uma terra permanentemente feliz, isolada do mundo exterior. 



Beijing (3n) – Xian (2n) – Guilin (2n) – Lijiang (3n) – Dali (2n) – Kunming (1n) – Shanghai (2n)


Então o lugar existe de fato, e é localizado na China, na província de Yunnan, com fronteira entre o Tibet e a província de Sichuan.


WeChat Image_20171218122828WeChat Image_20171218122933

Resultado de imagem para shangri la chinaEm tibetano, Shangri-Lá significa “o sol e a lua no coração”, uma casa ideal apenas encontrada no céu. Lá as montanhas nevadas altas e contínuas, pastagens sem fim, desfiladeiros íngremes, grandes lagos azuis e as aldeias bucólicas sempre deixam uma profunda impressão nos visitantes. Como diz um ditado chinês: O primeiro nascer do sol é visto em Shangri-La, e o lugar mais singular também está lá”. Só conhecendo o lugar ao vivo, que se entende o significado desta afirmação.


Mosteiro de Songzanlin
Songzanlin Monastery, também chamado de Ganden Sumtseling Gompa, é o maior mosteiro tibetano em Yunnan. Conhecido como Mosteiro de Guihua, é um dos famosos monastérios da região de Kang. Ele está localizado perto do Condado de Shangri -La, ao pé da Montanha Foping,  região de alta altitude, com mais de 3.300 metros de altura.
A construção do mosteiro começou em 1679 e foi completada dois anos depois. A construção parece um grupo de castelos antigos. O telhado de cobre dourado dá ao mosteiro com fortes características tibetanas e suas 108 colunas (um número auspicioso no budismo).
O Mosteiro de Songzanlin também é chamado informalmente de “o pequeno Palácio de Potala”, numa alusão ao Potala que existe em Lhasa, no Tibet.
 


Lago Napa (Napa Hai)
‘Napa Natural Lake Reserve’ está a 3.270 m acima do nível do mar e cobre 660 quilômetros quadrados. Está a cerca de 8 km a noroeste da cidade de Shangri-La, na província de Yunnan. É um campo ideal para pastores e um paraíso para muitas espécies de aves. Este é, no verdadeiro sentido, um lago sazonado. Quando chega o verão, a neve nas montanhas adjacentes derrete e flui para cerca de dez rios formando um vasto lago. Na estação seca, Napa hai torna-se uma pastagem verde sem limites – o melhor momento para a criação de gado ovino. Em setembro, o lago novamente se transforma em um habitat temporário para aves migratórias, como gansos e patos selvagens.
Napahai (Lago Napa) significa “o lago além da floresta”.  Lago Napa em língua tibetana é chamado de “Napatso”, o significado chinês para “o lago atrás da floresta”.
As águas do lago são tão calmas e limpas, que fazem a função de espelho, refletindo tudo ao redor: montanhas, o céu, as nuvens, as casas. 
Templo Guishan
Situado dentro do parque Guishan, esse templo é o maior atrativo do local.  Fica no alto do morro e fácil de ser visto de vários pontos da cidade, proporcionando aos visitantes uma bela vista.
Construído no centro da Cidade Velha, este mosteiro com a maior Roda de Oração do mundo, mais de 21 metros de altura, pesando 60 toneladas,  que ilumina o céu noturno como uma jóia, um pendente de ouro.
Essa roda de oração dourada e imensa, foi instalada na Cidade velha em 2002, e à partir de 2005 passou a ter um sistema de iluminação noturna, que dá uma outra dimensão ao templo e a roda.
Fonte: China na Minha Vida





segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Lugares lindos e obrigatórios para visitar no Japão

 Resultado de imagem para japao tours


O Japão é o lar de uma grande multiplicidade de atrativos culturais junto a uma variedade de encantos naturais e um povo verdadeiramente hospitaleiro.


Resultado de imagem para japao wallpaper

JAPÃO TENTAÇÕES (7 dias / 6 noites)
Tokyo (3n) – Kyoto (3n)

Conheça o Japão

As maiores atrações do Japão para os visitantes estrangeiros residem na enorme multiplicidade de atrativos culturais, na grande variedade de encantos naturais e no povo verdadeiramente hospitaleiro.   Para que o visitante estrangeiro possa apreciar totalmente os encantos do Japão, o país, nesses anos todos, vem promovendo coletivamente melhorias no âmbito de sua infraestrutura turística. Os esforços centralizam-se na criação de um meio ambiente que permita aos que vêm de fora desfrutar de uma estada despreocupada.
Qual a melhor época para visitar o Japão?
Há duas épocas recomendáveis. A primeira é na primavera que, além das temperaturas amenas, é o período em que as cerejeiras florescem e também é quando acontecem festivais como a dança das gueixas em Quioto (Miyako Odori). A segunda época é o outono, também com temperaturas agradáveis e com menor quantidade de chuvas a partir de outubro. As árvores começam a mudar de cor e acontece um dos mais bonitos festivais, o Takayama Matsuri, patrimônio da humanidade.  
Resultado de imagem para cerejeiras no japao
Primavera no Japão

Resultado de imagem para japao no outono
Outono no Japão

Clima no Japão

As quatro estações do ano são bem definidas. As chuvas se concentram nos meses anteriores e posteriores ao verão. Já no inverno, o território japonês sofre a influência da massa de ar da Sibéria que derruba drasticamente as temperaturas. Em função do formato alongado do território japonês, e por ser composto de ilhas, o clima é muito variado sofrendo várias interferências climáticas oceânicas, o que explica o alto índice pluviométrico anual do país.
Resultado de imagem para japao

Principais cidades e atrações para visitar no Japão

Tokyo

Tokyo, a capital do Japão, com população de mais de 12 milhões de habitantes, tem se ocidentalizado intensamente, mas ainda conserva muito de seu velho encanto. Nikko é conhecida por suas maravilhas arquitetônicas e sua beleza panorâmica. O Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu tem como centro de atração o famoso Monte Fuji e é um dos pontos turísticos básicos.
Resultado de imagem para japao tokyo


 Kyoto
Quioto foi a capital do Japão por mais de mil anos e durante esse período tornou-se a guardiã de muitos dos melhores exemplos da arte, cultura, religião e do pensamento japoneses. Pode-se chegar a Quioto em menos de 3 horas por trem saindo de Tokyo, com o Shinkansen superexpresso, ou em um pouco mais de uma hora do Aeroporto Internacional de Kansai, perto de Osaka. No centro, encontra-se o Palácio Imperial de Kyoto, reconhecido como um ponto alto pela simplicidade da arquitetura japonesa. Próximo, está o ricamente ornamentado Castelo Nijo, sede do Xogum Tokugawa em suas raras visitas à cidade.
Resultado de imagem para japao quioto
Kyoto

Imagem relacionada
Palácio Imperial de Kyoto

Imagem relacionada
Castelo Nijo


Osaka

Osaka, a 3 horas de trem superexpresso ou a uma hora de avião de Tóquio, é a terceira maior cidade do Japão e o centro comercial e industrial do oeste do Japão. Situada na foz do rio Yodo, Osaka tem uma rede de canais que se cruzam sob suas muitas ruas movimentadas, a qual desempenha um papel importante na prosperidade da cidade. Como uma cidade tradicional, tem muito orgulho em ser o local de origem do teatro de marionetes Bunraku. O destaque absoluto é o Castelo de Osaka, o maior do Japão, construído em 1586 por Toyotomi Hideyoshi. A atual fortaleza de cinco andares, uma cópia do original, contém muitos objetos artísticos históricos e documentos relacionados à família Toyotomi e à antiga Osaka.
osaka
Osaka

Resultado de imagem para osaka
Castelo de Osaka

Resultado de imagem para osaka teatro de marionetes Bunraku
teatro de marionetes Bunraku

Hakone e Monte Fuji

Hakone, a uma hora e meia de trem de Tóquio, é uma famosa área de estâncias de águas termais nas belas montanhas que compõem o Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu. A grande atração é o Hakone Open-Air Museum, com centenas de esculturas a céu aberto. Um cruzeiro em torno do Lago Ashi, que oferece maravilhosas vistas do Monte Fuji, é imperdível. O Monte Fuji, a 3.776 metros, não só é a montanha mais alta do Japão, mas também o símbolo mais conhecido. Além de ser um local de fácil escalada durante os meses de julho e agosto, o Monte Fuji é o centro de uma ampla zona natural de lazer que inclui, ao norte, o distrito dos Cinco Lagos de Fuji, que oferece grandes oportunidades para caminhadas, passeios de barco, pesca, camping e piqueniques.
Resultado de imagem para hakone japão
Hakone


Hakone Open-Air Museum
Resultado de imagem para monte fuji japão
Monte Fuji

Takayama
Takayama, a pouco mais de duas horas de Nagoya em trem expresso, é uma antiga cidade-castelo situada em um vale rodeado pelos Alpes do Japão. Mantém muito da atmosfera do antigo Japão. A cidade toda parece um museu, dotada de inúmeras atrações, incluindo uma variedade de pequenos museus dedicados ao artesanato tradicional, que incorporam a longa tradição da cidade de excelência em artesanato.
Imagem relacionada
Takayama
Imagem relacionada
Resultado de imagem para takayama japão
Fonte: kangaroo