Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Viagem à China - Província de Guangdong

Resultado de imagem para província de guangdong china

A província de Guangdong está situada na ponta mais ao sul da China Continental adjacente a Hong Kong e Macau. Tem uma série de características únicas que o diferenciam do resto da China, incluindo dialetos, costumes, história e cultura.Como a casa geográfica do Delta do Rio das Pérolas, nos últimos anos, Guangdong tornou-se a província mais próspera do país e tornou-se o lar de algumas das cidades mais dinâmicas da China. Esta emocionante modernidade mistura-se com a antiga cultura Lingnan (sul da China) da região, bem como suas atrações exclusivas históricas e naturais, para fazer um destino de viagem fascinante.

Resultado de imagem para província de guangdong china

Guangdong goza de um clima subtropical e está cheio de flores e plantas verdejantes durante todo o ano. Possui uma paisagem natural deliciosa de montanhas e rios, que muitas vezes servem como paisagens encantadoras a sua cultura local única. Existem quatro montanhas famosas em Guangdong - Danxia, ​​Xiqiao, Luofu e Dinghu - e a paisagem é delicadamente pontilhada com características fantásticas, como o Geopark Global, o Seven Star Crags e Yingxi Peak Forest.

Resultado de imagem para chimelong paradise guangzhou guangdong china

A província também oferece aos visitantes experiências completamente modernas. O Guangzhou Chimelong Paradise, o maior parque de diversões da China, oferece risadas e emoções a cada minuto. E mesmo nas novas cidades brilhantes da província, a vida social distinta e os costumes populares de Lingnan são evidentes. Enquanto isso, os apaixonados culturais podem dirigir-se para a Kaiping Watchtowers e Village, que é Património Mundial da UNESCO.


Mount Danxia

Mount Danxia é um geoparque global de 319 quilômetros quadrados localizado perto da cidade de Shaoguan. É também o lar das raras formas de danxia , que são feitas de glutinita vermelha e caracterizadas por rochas e pedras clásticas vermelhas. Danxia significa "nuvens vermelhas" e essas paisagens foram assim chamadas pela sua cor e formas fantásticas. Entre as mais de 1.200 paisagens danxia descobertas em todo o mundo até à data, a Danxia Mountain é a mais típica.

Resultado de imagem para Mount Danxia guangzhou guangdong china

Resultado de imagem para Diaolou Towers
Diaolou Towers 

Diaolous é um tipo de torre fortificada única para Guangdong. Há mais de 3.000 diaolous em Jiangmen, e Kaiping tem 1.833 espalhados por 16 aldeias. Muitas pessoas desta área emigraram no passado e as fortes conexões da região com as comunidades chinesas no exterior são evidentes na forma como os elementos estilísticos ocidentais foram incorporados em algumas torres.

Fonte: Internet


Primeiro “carro elétrico” sem motorista do mundo sai das linhas de produção na China

Primeiro “elétrico-carro” sem motorista do mundo abandona linhas de produção na China
O primeiro “carro elétrico- sem motorista do mundo saiu da linha de produção em Qingdao, na província de Shandong, a 28 de julho de 2017.
Primeiro “elétrico-carro” sem motorista do mundo abandona linhas de produção na China Primeiro “elétrico-carro” sem motorista do mundo abandona linhas de produção na China
O veículo, de 35,19 metros de comprimento e 2,65 metros de largura, pode transportar até 380 passageiros e atingir uma velocidade de 70 quilômetros por hora.
Primeiro “elétrico-carro” sem motorista do mundo abandona linhas de produção na China Primeiro “elétrico-carro” sem motorista do mundo abandona linhas de produção na China
“Pela primeira vez, um carro elétrico está equipado com sistema automático de controle de trem (ATC), o equivalente a um cérebro para o carro”, disse Li Yanyi, engenheiro da fabricante chinesa CRRC Qingdao Sifang.
Primeiro “elétrico-carro” sem motorista do mundo abandona linhas de produção na China
Li disse que o “cérebro” auxilia automaticamente o elétrico a viajar e parar, estando os motoristas presentes, simplesmente para dar apoio logístico. O uso da tecnologia de piloto automático neste veículo visa ajudar a melhorar a eficiência e segurança. 
Fonte: Diário do Povo Online

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Beijing, Tianjin e Hebei irão permitir permanência de 144 horas sem visto


As cidades de Beijing e Tianjin, juntamente com a província de Hebei, vão permitir a permanência de 144 horas de visto livre para os cidadãos oriundos de alguns países e regiões até ao fim de 2017, de acordo com a prefeitura da capital chinesa.
Resultado de imagem para beijing
Beijing
A iniciativa faz uma parte do compromisso nacional de longo prazo que visa modernizar e atualizar a indústria de serviços.
A vice-prefeita de Beijing, Cheng Hong, afirmou que esta política estenderá a duração de visto livre a viajantes de alguns países e regiões que desejem visitar estas três áreas. Atualmente, a duração máxima para permanecer sem visto em Beijing e Tianjin é de 72 horas.
Resultado de imagem para tianjin
Tianjin
Cheng afirmou que o ajuste da política vem facilitar a “circulação livre de recursos” na região.
Em 2016, Shanghai, juntamente com as províncias de Jiangsu e Zhejiang, se tonou a primeira região a permitir a entrada de visto livre de 144 horas, o que permite uma estadia mais longa a visitantes de 51 países e regiões que viajam ou atendem reuniões na região.
Resultado de imagem para hebei china
Hebei
Cheng fez tal afirmação numa coletiva de imprensa sobre um plano piloto quanto à abertura da indústria de serviço na capital chinesa.
Fonte: Diário do Povo Online

Trens-bala “Fuxing” irão circular a 350km por hora em setembro, Beijing-Shanghai em 4,5 horas

Trens-bala “Fuxing” irão circular a 350km por hora em setembro, Beijing-Shanghai em 4,5 horas

A China Railways, operadora ferroviária nacional, anunciou na quinta-feira que planeja rever o circuito que liga Beijing e Shanghai em setembro, passando a permitir que os trens-bala da classe “Fuxing” circulem a 350km/h.
Resultado de imagem para Beijing a Shanghai
O tempo de viagem após implementada esta medida deverá passar a ser de 4h30m.
        Trens-bala “Fuxing” irão circular a 350km por hora em setembro, Beijing-Shanghai em 4,5 horas      Trens-bala “Fuxing” irão circular a 350km por hora em setembro, Beijing-Shanghai em 4,5 horas
No dia 27, a China Railway deu início a um período de testes à velocidade referida. Vários especialistas, funcionários públicos e empresários participaram dos testes, totalizando cerca de 300 pessoas.
Segundo os dados obtidos, a linha que liga Beijing a Shanghai é atualmente o trecho a nível mundial no qual os padrões de design são mais avançados.
Trens-bala “Fuxing” irão circular a 350km por hora em setembro, Beijing-Shanghai em 4,5 horas
Os trabalhos desta ferrovia tiveram início em janeiro de 2008, tendo sido implementados materiais e tecnologias capazes de permitir uma velocidade de circulação padrão de 350km/h. 
Fonte: Diário do Povo Online

quinta-feira, 27 de julho de 2017

TURISMO NA CHINA - Dicas para conhece-la sem surpresas

Divulgação/TripAdvisor
Vista panorâmica de Shanghai, uma das cidades mais modernas da China

Se possível escolha um hotel de uma rede local. Assim, você começará a se sentir verdadeiramente na China por conta da decoração e da comida.

A CHINATUR TEM ACORDOS TARIFÁRIOS COM  HOTÉIS NA CHINA, CONSULTE-NOS, CLICANDO AQUI >>>

  • Prepare-se para o pagamento. Hoje em dia a maior parte dos estabelecimentos comerciais não aceita mais cartão de crédito. As formas de pagamento mais comuns são o dinheiro local e um aplicativo de celular específico para isso;
  • Sacar dinheiro diretamente no caixa eletrônico é a maneira mais prática de trocar os yuans. Procure pelos bancos com bandeira internacional;
    Resultado de imagem para comida na china
    • A comida é diferente do que estamos acostumados e muda bastante de uma região para outra. Em lugares turísticos, escolha os restaurantes que têm maior movimento. A comida em geral é fresca e não oferece riscos;
    • Iguarias como as que vemos na televisão são um pouco difíceis de se encontrar, mas se tiver essa sorte, prove-as. Deixe o preconceito de lado e experimente. Você não é obrigado a gostar, mas só vai saber se provar;
      Resultado de imagem para pato laqueado de pequim
    • A culinária chinesa tem muita carne de boi, porco, frango e pato. Peixes e frutos do mar também são comuns;
  • Não deixe de saborear o famoso Pato Laqueado de Pequim.




  • Eletrônicos, sem dúvida nenhuma, são uma excelente opção. Pague um pouco mais caro para ter certeza que está comprando um produto original. Mesmo assim vai valer muito a pena. Considere que as instruções e manuais podem estar disponíveis apenas na língua local: chinês;
  • Em Xangai, metrô e táxi são ótimas formas de transporte. Tenha sempre o endereço dos destinos escrito em chinês. A malha do metrô é boa, o transporte é seguro e eficiente;

  • Aproveite para viajar nos trens de alta velocidade. Mas atenção: os preços variam de acordo com o horário ou lotação. Cuidado para não comprar um tíquete para viajar em pé;

Resultado de imagem para trem bala na china

  • A China é um país bem grande. Se seu objetivo é conhecer a Grande Muralha, programa-se para ficar em Beijing e conheça outros pontos turisticos:
muralha-da-china

Resultado de imagem para pontos turisticos em beijingResultado de imagem para pontos turisticos em beijing

Resultado de imagem para pontos turisticos em beijing

Estádio Nacional de PequimCentro Aquático Nacional de Pequim

  • O Chinês gosta de negociar. Peça desconto sempre;
  • E, por último, visite um mercado local. É sempre um passeio interessante e vale conhecer os produtos nacionais.
Fonte: Internet

Consulte a CHINATUR para suas viagens à China  !!!!


Viagem à China - A cidade mais romântica da China

Ponte de pedra em Suzhou, China

 Suzhou 42% é coberta pela água e as suas pontes de pedra em arco torná-la competitiva a Ponte Rialto. Ela ganhou o apelido de a Veneza dos chineses.

Segundo um provérbio chinês, “no céu está o paraíso e, na terra, Suzhou e Hangzhou”. Melhor seria dizer “na terra ou na água”, já que Suzhou conta com inúmeros canais. Seu sucesso econômico atraiu aristocratas, intelectuais e artistas que ergueram imponentes jardins por todo o território.  Suzhou continua sendo “a cidade dos jardins. A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) oficializou esse título em 1997, quando reconheceu nove deles como Patrimônio da Humanidade.


O maior é o Jardim do Administrador Humilde, construído no começo do século XVI por um alto funcionário chinês que se aposentou para cuidar de seu pomar e vender legumes, tornando “a vida ideal de um homem humilde” uma realidade. Para pôr em prática seu novo estilo de vida, ergueu este oásis de mais de cinco hectares formado por pavilhões, florestas de bambu e lagoas com flores de lótus gigantescas de “aroma distante”. 

Resultado de imagem para jardim yuyuan china

 O jardim Liuyuan fica próximo à Shantang Old Street, a rua mais parecida à “bella Italia” – ainda que seja com lanternas e pontes de pedra com luzes de neon. Aqui, cafés e restaurantes com ares ocidentais têm mesas ao ar livre e permitem observar o frenesi desta rua com mais de 1.200 anos de idade. 

Resultado de imagem para pingjiang road suzhou china

Dentro dos jardins, existem vários salões decorados com mobiliário antigo.

Com o cair da tarde, outra das ruas protagonistas, a Pingjiang Road, enche-se de pessoas que passeiam junto do canal. Dezenas de lojas de madeira ocupam suas margens e não faltam lanternas, lenços de seda ou comércios de chá. Elegantes pontos de venda de sorvete (e, neste quesito, volta a lembrar sua irmã italiana) convivem com barraquinhas de churrasco que aparecem do nada a partir das dez horas da noite.
Resultado de imagem para pingjiang road suzhou china
Resultado de imagem para pingjiang road suzhou china

Depois do jantar, um passeio a bordo de uma gôndola é a melhor pedida. Os gondoleiros chineses trocam o chapéu de palha por um de bambu. É a forma mais original de percorrer Pingjiang e conhecer a “Veneza chinesa” de outra perspectiva: este paraíso de turistas, gondoleiros e jardins.
À noite, acendem-se as lanternas e surgem vendedores ambulantes de churrasco na rua, permitindo jantar pagando pouco.

Resultado de imagem para pingjiang road suzhou china

Fonte: Passenger / Internet

www.chinatur.com.br

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Viagem para Hong Kong - Ilhas secretas e show de luzes - tudo muito incrível.

Hong Kong Banner.jpg


Resultado de imagem para hong kong

Resultado de imagem para hong kong localização geografica

Hong Kong é uma região administrativa especial da China,assim como sua vizinha Macau, e está localizada na costa sul da China. Por mais de 150 anos a cidade esteve sobre o domínio britânico e hoje vive sobre o princípio de “um país, dois sistemas.”, o que significa que o lugar tem suas próprias leis. Mais de 90% de sua população é de origem chinesa e embora seja realmente um lugar muito povoado, cerca de 40% de seu território é dedicado a parques e reservas naturais. É o lugar que muitos chamam de “China capitalista”, com muitos shoppings, excelentes oportunidades para compras e transporte moderno.



Explore as ilhas secretas em Hong Kong

Middle Island: observação de iates e exclusividade de praia

Middle Island pode ser pequena, mas é maravilhosamente fácil de chegar - é apenas um passeio de barco de dois minutos! Esta ilha é o lar do Royal Hong Kong Yacht Club dos sócios (RHKYC), mas também possui uma praia tranquila e arenosa aberta ao público. Você pode chegar à referida praia saltando no barco de transporte gratuito do RHKYC na Repulse Bay. Deite-se na areia serena, sem riff-raff e veja os barcos do clube passando.



Tung Ping Chau: Rockin 'rocks and sunrises

Mais perto da China do que Hong Kong, a ilha em forma de crescente de Tung Ping Chau é o posto mais distante do território. Isso faz um fantástico dia de família, caminhando pelos trilhos, relaxando na costa e nadando ou mergulhando nas lindas águas. Já foi eleito o lugar natural mais cênico de Hong Kong em uma competição AFCD.



Tap Mun

O Tap Mun, que fica na costa do Parque Sai Kung Country, também é conhecido como Grass Island. É fácil ver por que - você poderia ser perdoado por pensar que você estava no set de um anúncio de leite. A ilha de 1.7sq km é composta de montes ondulantes e gramados completos com vacas errantes e também abriga algumas centenas de pessoas Hakka e Tanka.



Tung Lung Chau

Rough, áspero e selvagem, Tung Lung Chau é o primo escarpado da família da ilha de Hong Kong. É considerado o melhor lugar para a escalada no território, com múltiplas rotas de dificuldade variada. Há uma trilha pavimentada principal na ilha, que passa do cais para o topo de uma colina, oferecendo excelentes vistas. Esta trilha passa pela maior e mais antiga escultura em rocha em Hong Kong - medindo 1,8 m por 2,4 m, é (aparentemente) uma representação de um dragão e é dito que tem mais de 5.000 anos de idade.



Kat O

Chegando perto da China, no nordeste do Plover Cove Country Park, Kat O distante é o lar de algumas centenas de pessoas. A ilha dos 2.4 kmq também é conhecida como Crooked Island, graças à sua forma irregular. Chegar aqui é longe de ser fácil, mas esse fato torna ainda mais interessante - as ruas tranquilas aqui são cápsulas de tempo.



Resultado de imagem para Sharp Island

Não muito longe de Sai Kung, a Ilha Sharp, de 2,5 km de extensão, é conhecida por estar espalhada por pedras que são atraentes em forma de pãezinhos de abacaxi - você não encontrará estas rochas deliciosas em qualquer outro lugar do território. As principais atrações da Sharp Island são suas duas praias distintas - Hap Mun Bay e Kiu Tsui Beach. Você pode pegar um barco para a praia de sua escolha de Sai Kung.



Peng Chau

Peng Chau é uma das ilhas periféricas mais conhecidas, mas ainda é muitas vezes negligenciado em favor de seus vizinhos maiores Cheung Chau e Lantau. Este local de sono faz uma viagem de dia de família perfeita - em menos de 1 km km você pode facilmente negociar todo o local em poucas horas.



Resultado de imagem para po toi hong kong

Po Toi é o maior grupo de ilhas Po Toi e é um km 3 vezes mais importante, tornando-o um bom local para um dia de caminhada. Há um caminho principal na ilha, o Po Toi Country Trail, que percorre o sul da ilha em uma figura de oito. É incrível que, a poucos quilômetros da agitação da ilha de Hong Kong, haja um lugar habitado por pessoas que não possuem eletricidade oficial e nenhum abastecimento de água corrente.


SHOW DE LUZES EM HONG KONG
ONDE ASSISTIR



A maior concentração de gente fica na orla de Tsim Sha Tsui, em Kowloon, no lado oposto da baía de Hong Kong, bem de frente para o “paredão” de arranha-céus. No calçadão que vai da Torre do Relógio até a Victoria Harbor você consegue uma boa vista e ainda ouvir a apresentação. Chegue pela estação de metrô East Tsim Sha Tsui e siga pela saída L6, seguindo a sinalização.

Muitos barcos oferecem passeios pela baía durante o show, alguns inclusive com jantar. Uma opção econômica é pegar o ferry na Tsim Sha Tsui Ferry Pier sentido Central Star Ferry Pier ou Wan Chai Star Ferry Pier.

Do outro lado da baía, mais perto dos prédios, a Golden Bauhinia Square também é uma boa escolha (fica a 1km do metrô Wan Chai e perto do Wan Chai Pier).
HORÁRIO

Diariamente às 20h. 
O show é suspenso em caso de tempestade ou ciclone com categoria superior a 3.

Fonte: TimeOut / Internet