Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Ano do Turismo China-Austrália 2017 inaugurado em Sidnei

Ano do Turismo China-Austrália 2017 inaugurado em Sidnei
Lançamento do Ano do Turismo China-Austrália 2017, a 5 de fevereiro de 2017.

Na sua mensagem, Li destacou a importância do intercâmbio pessoal e cultural entre chineses e australianos como um dos pilares importantes no apoio ao desenvolvimento das relações bilaterais.
Li disse estar feliz por constatar que a China e a Austrália se tornaram mutuamente destinos populares, com um número total de chegadas entre os dois países a atingir os 2 milhões no ano passado.
Ano do Turismo China-Austrália 2017 inaugurado em Sidnei
Li expressou a sua esperança de poder testemunhar o uso do Ano do Turismo como uma oportunidade para exponenciar a cooperação bilateral e o intercâmbio interpessoal e cultural, visando o incremento de uma base popular que permita o desenvolvimento integral entre os dois países.
O primeiro-ministro chinês salientou ainda que ambos os países respeitam a diversidade civilizacional no mundo e que, na base do desenvolvimento profundo das relações bilaterais nos últimos 45 anos, que perdura desde o estabelecimento das relações diplomáticas, a China e a Austrália devem continuar a defender a igualdade, a tolerância e abertura na forma como se relacionam.
Ano do Turismo China-Austrália 2017 inaugurado em Sidnei  Ano do Turismo China-Austrália 2017 inaugurado em Sidnei
Li realçou também a necessidade de manter um espírito de aprendizagem mútua, no sentido de assegurar a paz mundial e a estabilidade regional, e serem atingidos novos resultados, provenientes de uma cooperação de benefício recíproco, no interesse de ambos os povos.
Turnbull afirmou que o Ano do Turismo Austrália-China “marca uma nova era para as relações bilaterais” e acredita que, por intermédio de esforços conjuntos, a Austrália e a China venham no futuro a partilhar de várias oportunidades provenientes do desenvolvimento do setor turístico
Fonte: Diário do Povo Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário