Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

quarta-feira, 30 de março de 2016

Veja o que, Ana Maria diretora da Chinatur, profunda conhecedora do Japão, tem para lhe mostrar sobre Tóquio.

Capital do Japão, Tóquio é conhecida internacionalmente pela surpreendente associação entre tradição e modernidade que caracterizam esta extensa metrópole. Arranha-céus convivem com antigos santuários xintoístas e templos budistas.


laterna gigante em Kaminarimon
O Kaminarimon é um portão de oito pilares,
 emoldurado pelos deuses do Vento e do Trovão
e uma lanterna de quatro metros de altura.
Tóquio é o principal centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural do Japão. Possui a maior concentração de sedes de empresas comerciais, instituições de ensino superior, teatros e outros estabelecimentos comerciais e culturais do país, assim como um sistema de transporte público altamente desenvolvido, com numerosas linhas de trem, metros e autocarros, bem como o aeroporto internacional. 





Além disso,
a cidade continua a encantar pelo seu estilo zen, gastronomia, centro de compras e a rica oferta de entretenimento para todos os gostos.




Gojuno-to

O templo Asakusa Kannon existe desde 628, mas o prédio foi destruído e reconstruído inúmeras vezes, a última depois da II Guerra Mundial. É conhecido por guardar uma pequena estátua de ouro do bodisatva Kannon. Acredita-se que a mesma tenha sido encontrada por dois pescadores no rio Sumida. Antes de entrar no templo, “purifique-se” lavando as mãos e passando incenso pelo corpo. Depois, suba as escadas e balance a corda para tocar o sino (que alerta os deuses para a sua presença).
O Gojuno-to é um pagode de cinco andares construído em 1973 e que só pode ser visto do lado de fora.




O Edo-Shitamachi Traditional Crafts Museum é um museu que foi aberto em 1996, não apenas para mostrar o trabalho dos artesãos locais, mas também como as suas peças são criadas. Um lugar curioso, que recria a vida no centro de Tóquio do século XIX.











Tóquio Honganji é o templo escondido de Asakusa
, tendo sido construído em 1953. Foi queimado, ou severamente atingido, 11 vezes entre 1612 e 1945.







Flamme d'Or


No rio Sumida veja a carismática ponte Azuma e, do outro lado do rio, o excêntrico Flamme d’Or – um prédio negro e sem janelas, com uma escultura em ouro gigante no topo, do designer francês Philippe Starck.




Fazer turismo em Tóquio é um pouco diferente de outras cidades do Mundo !

Você tem a oportunidade de apreciar o verdadeiro charme de Tóquio – as infinitas variedades e invenções humanas que preenchem cada canto, cada fresta. Basta andar pelas ruas para descobrir maneiras totalmente novas que os habitantes inventam para morarem, amarem, comerem, dormirem e se divertirem. Se se perder, não se preocupe. Com as baixas taxas de violência urbana e o melhor transporte público do Mundo, dificilmente terá problemas. E estará sempre perto de uma linha de trem, que o levará direto para o hotel.

clima

A floração das cerejeiras em Chidorigafuchi
no Palácio Imperia
l
Moderado, com temperaturas suaves durante o ano inteiro, de final de junho a meados de julho há uma época de chuvas intensas. Uma das melhores épocas para ir ao Japão é na primavera, quando as paisagens são naturalmente enfeitadas pela floração das cerejeiras. Nesta altura, a temperatura média anual é por volta dos 14,7º C.


compras

O centro comercial mais famoso de Tóquio chama-se Ginza, um nome identificado com o consumo de luxo – muitas cidades do Japão batizaram as suas ruas comerciais com este nome. Shibuya é o bairro onde surgem as últimas tendências da moda.

transportes


A capital japonesa oferece um dos melhores transportes urbanos do Mundo. Organização, limpeza e pontualidade são características marcantes da eficiente rede de metro, trem e autocarro, que circulam para todos os sítios. Para facilitar, a maioria das estações tem sinalização e avisos bilíngues (japonês e inglês).
Fonte: Internet



Nenhum comentário:

Postar um comentário