Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

quarta-feira, 1 de junho de 2016

O centro político, financeiro e cultural da China fascina o mundo há mais de mil anos.


Entre seus monumentos arquitetônicos estão tesouros históricos como a Grande Muralha e a Cidade Proibida, erguida no século 15 e que continua exatamente como era quando o último imperador a deixou, em 1911. Nos últimos anos, a capital chinesa vem passando por uma remodelação e muitos de seus bairros antigos foram derrubados para dar lugar a prédios modernos, como o estádio olímpico Ninho de Pássaro e a ópera Ovo.


É simplesmente magnífico e de uma beleza estonteante apreciar atrações de mais de 500 anos ao mesmo tempo em que observa outras recém construídas por grandes arquitetos, isso tudo separado por 5 minutos.
Melhor época: na primavera (de março a maio) ou no outono (de setembro a novembro), as temperaturas são mais amenas.


Programas Imperdíveis:

CIDADE PROIBIDA – Este gigantesco complexo abriga quase mil edifícios, inúmeros jardins e pátios protegidos por altas muralhas, portões imensos e torres. (dpm.org.cn; US$ 9,75)
GRANDE MURALHA DA CHINA – A atração número 1 do país começou a ser construída no século 3 a.C. e, em pleno século 21, ainda serpenteia por montanhas e desertos do norte da China ao longo de 7.000 km. Pequim é a melhor base para explorá-la.

PRAÇA DA PAZ CELESTIAL – É a maior praça pública do mundo. Nela está o Mausoléu de Mao (6513-2277; grátis), onde se pode ver o corpo embalsamado do ex-líder chinês.
SHOW DE ACROBATAS – É um símbolo da cultura chinesa. Meninos e meninas fazem contorcionismo e acrobacias em números tão elaborados que chegam a andar de bicicleta, equilibrar uma bola na cabeça, segurar um candelabro com a boca e rodar um bambolê em uma perna, tudo ao mesmo tempo. (bjcyjc.com; de US$ 45 a US$ 143).

Fonte: Fonte – Viagem e Turismo / Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário