Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Turismo em Beijing - Water Park, o Ninho do Pássaro de Pequim transformado em parque aquático

Beijing Water Park, el Nido e Pequim transformado em parque aquático
Quando se aproximam grande acontecimento como os Jogos Olímpicos, exposições universais ou mundiais de futebol, é frequente que se criem enormes instalações preparadas para esse evento. Mas uma vez concluída a competição estes ficam órfãos da sua função principal, e em muitas ocasiões ficam apenas como símbolos do que uma vez ocorreu, mas com uma funcionalidade quase nula.
Exemplos de edifícios deste gênero há muitos, mas hoje quis apresentar exatamente o contrário. Certamente que quando veres a imagem do exterior do edifício este te diga algo. É o Watercube, o edifício que manteve as provas de piscina das Olimpíadas de Pequim 2008. Apelidado El Nido, as funções deste colossal e precioso edifício foram inventados por completo. Vejamos qual é o seu novo papel.
Beijing Water Park
Após uns bons trabalhos de reconversão, El Nido (um dos edifício mais emblemáticos daquela olimpíadas) se converteram num fenomenal e descomunal parque aquático que podem desfrutar todos os habitantes da cidade. Isso é saber reutilizar um espaço pensado na cidadania e na sustentabilidade.
Mas o Beijing Water Park (que assim se chama o parque aquático) não é apenas um exemplo de reinvenção. Como poderás ver nas imagens este parque também se carateriza pelo seu design cheio de fantasia e originalidade. Nele criou-se uma espécie de ecossistema submarino onde dá vontade de ir já para lá, não é?  As imagens falam por si.
Imagens do Watercube
Este enorme edifício de 80000 m2 era capaz de acolher nas suas instalações mais de 17000 espectadores Foi construído pelo arquiteto australiano John Pauline. Para a sua construção são necessárias 6700 toneladas de aço e 1300 toneladas de varas para levar a sua estrutura.
Essa espécie de bolhas que tem no seu exterior é revestimento ETFE, um tipo de plástico transparente de grande resistência ao calor, à corrosão e aos raios UV. Este revestimento é uma excelente alternativa ao vidro, e permite uma melhor entrada da luz no recinto. Graças aos mais de 100000 m2 que se utilizaram no seu exterior, é possível que este espaço arquitetônico se ilumine a 90% com luz solar.

O diretor da Chinatur, Sokan K. Young, em uma de suas visitas à China
mostra o espetacular Cubo D'água, famoso 
Parque Aquático de Pequim.

Fonte: Internet




Nenhum comentário:

Postar um comentário