Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Renminbi é incluído em reservas cambiais do Banco Central Europeu


BEIJING, 3 de jul  - O Banco Central Europeu (BCE) anunciou recentemente que no primeiro semestre deste ano, contou com participações equivalentes a 500 milhões de euros em Renminbi (RMB) em reservas cambiais por meio de operações de mercado aberto.
Trata-se da primeira vez que o BCE apresenta reservas cambiais em RMB.
Segundo os analistas, com a internacionalização do RMB e o bom desempenho da economia chinesa nos últimos anos, o RMB passou a deter uma maior atratividade nos bancos centrais globais.
Em outubro de 2016, o RMB passou a ser a quinta moeda da cesta dos Direitos Especiais de Saque, além do dólar americano, euro, yen e libra esterlina.
O BCE considera que “incluir o RMB em reservas cambiais do BCE revela que a importância da China para a Zona Euro está a aumentar.”
Os analistas indicam que, atualmente, a China é o segundo maior parceiro comercial da União Europeia (UE) no mundo e que a decisão de incluir o RMB nas reservas cambiais do BCE foi feita com base na atual conjuntura. Nos recentes anos, o investimento entre a China e a Europa manteve a tendência de crescimento, e a China se tornou pela primeira vez um país de investimento direto líquido da UE.
De acordo com Zslot Darvas, pesquisador sênior do Instituto Bruegel, um think tank da Bélgica, “o BCE incluiu o RMB em suas reservas cambiais, pois os países desenvolvidos estão enfrentando uma crise, enquanto a economia chinesa obteve êxitos assinaláveis”. Como tal, considera, a UE, sobretudo os países da Zona Euro, esperam aprofundar o intercâmbio econômico e comercial com a China. 
Fonte: Diário do Povo Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário