Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Chinatur faz roteiro para Montanha Taishan na China, para turma de adeptos da prática Kung Fu acompanhados do professor, você também pode participar do evento.


Benefícios do Kung Fu estilo Taishan
O Kung-Fu, como arte de luta e defesa pessoal, é tido como uma das Artes Marciais mais completas, proporciona inigualáveis habilidades a seu praticante, através dos katys (Tao Lu) ou formas, e as demais técnicas.
                                                                                                                                           (Grão Mestre Lopes)

A montanha Taishan também se constitui num dos principais símbolos da China. Na antiguidade, era a mais venerada entre as "Cinco Montanhas". 

Na província do Shandong, onde se situa a montanha Taishan, existem "uma montanha, um rio e um santo".A "montanha" é a Taishan; o "rio" é o rio Amarelo que atravessa a província e o "santo" se refere ao filósofo Confúcio.


Além da sua imponência, a montanha Taishan tem também suas paisagens pitorescas, perigosas, serenas e um horizonte amplo. As primeiras são fáceis de entender. E o horizonte amplo se refere à visão panorâmica a partir da montanha para contemplar o sol nascente, os crepúsculos vespertinos, o oceano de nuvens e o rio Amarelo.


Conheça o Kung Fu Taisan 

O Kung-Fu é uma arte marcial milenar chinesa que tem como objetivo de sua prática estabelecer o equilíbrio entre o corpo e a mente, desenvolver técnicas de auto-defesa, trazer harmonia ao espírito e proporcionar saúde, bem-estar e grandes habilidades ao praticante.

O professor de Kung Fu - Aparecido Lopes de Jesus  (Grão Mestre Lopes) irá acompanhar o Grupo até a China e convida você a fazer parte do grupo. 

ESTILO TAISAN

Taisan quer dizer Grande Montanha. Hoje constitui a identidade do estilo, sendo a referida montanha, um local sagrado, preservado e venerado até os dias atuais por milhares de pessoas e que possui em seu cume um histórico templo.

Segundo a lenda ,foi neste templo que se desenvolveu o Estilo Taisan de Kung-Fu. A história nos conta que após um confronto em luta com um leão, um conceituado Monge Shaolin, praticante e preconizador das técnicas de Kung-Fu, embora tenha saído vencedor deste terrível combate, admirado pela força do leão e técnica de luta, em reverência e respeito, atribuiu ao felino o simbolismo real do Estilo Taisan. 


O Kung-Fu Estilo Taisan pode ser praticado por varias pessoas de todas as faixas etárias e de ambos os sexos, sem restrições a características físicas.

Fonte: Internet








Primeiro trem de contêineres liga China e Oriente Médio

Primeiro trem de contêineres liga China e Oriente Médio  Hangzhou, 29 jan (Xinhua) -- Um trem de contêiner (comboio de contentores) que liga a China e o Irã (Irão) partiu na manhã de quinta-feira da cidade de Yiwu, na Província de Zhejiang (leste), com produtos chineses.


De acordo com a operadora do trem, a Empresa de Investimento Industrial Tianmeng de Yiwu, este é o primeiro trem de contêineres regular entre a China e o Oriente Médio.

O trem partiu da China na Passagem de Alataw, na Região Autônoma Uigur de Xinjiang (noroeste), e passará pelo Cazaquistão e Turcomenistão (Turquemenistão) antes de chegar ao destino de Teerã (Teerão).

Primeiro trem de contêineres liga China e Oriente Médio O presidente da empresa, Feng Xubin, disse que o trem levará 14 dias para cumprir a viagem de 10.399 quilômetros.


Para atender à iniciativa “Um Cinturão e uma Rota”, espera-se que o trem promova ainda mais a cooperação da China com os países no Oriente Médio.

Yiwu é uma famosa base de produção de pequenos produtos padronizados e mantém relações próximas de comércio exterior com os países do Oriente Médio.

Há atualmente cerca de 4 mil empresários do Oriente Médio em Yiwu e mais de 180 empresas criadas pelos seus investidores.


A cidade registrou 58,3 bilhões de yuans (US$ 8,8 bilhões) de exportações para o Oriente Médio em 2015.

Leia Mais:http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,yiwu-o-paraiso-de-bugigangas-que-atrai-brasileiros,527155
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

YIWU O PARAISO DAS COMPRAS QUE ATRAI COMPRADORES BRASILEIROS

A economia da cidade chinesa gira em torno de um megacentro de compras de 4 milhões de metros quadrados, com 62 mil boxes, por onde circulam diariamente 400 mil pessoas

                                                                                                         Fonte:  Estadão
Fonte: 





quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

A China é uma país que atrai muitos turistas a cada ano.


A China está localizada na Ásia e é o terceiro maior país do mundo. Esse é um dos países que podem se orgulhar de uma história antiga que começou a ser traçada há quase 5.000 anos. 


A China é uma terra antiga e misteriosa que sempre foi atraente para os visitantes estrangeiros. É um país cheio de cultura e história que recebe incontáveis turistas a cada ano.


Xangai


Xangai é uma cidade localizada em frente à água. Ela possui várias atrações que levam turistas para lá todos os anos. A antiga cidade de Zhujiajiao é conhecida como a Veneza de Xangai. A cidade da água é uma das quatro cidades antigas existentes em Xangai, e é a mais preservada delas. As pontes antigas em Zhujiajiao são das dinastias de Qing e Ming e são usadas para ligar várias partes da cidade. 

Também em Xangai está a Torre Pérola Oriental. Ela possui uma forma arquitetônica interessante. Sua base é apoiada em três colunas inclinadas, existem 11 esferas suspensas verticalmente através do centro da construção e três grandes esferas, incluindo no topo. Na torre há lojas, restaurantes e até mesmo um museu para os visitantes aproveitarem. Uma outra atração turística de Xangai é conhecida como Bund. Trata-se de uma área de frente para a água com vista para o horizonte.

Pequim


Pequim é a capital da China e a cidade que está mais presente nos itinerários dos turistas. A cidade possui várias atrações incluindo a Grande Muralha da China, que é uma das maravilhas do mundo e uma das poucas estruturas feitas pelo homem que pode ser vista do espaço. Os visitantes podem caminhar em alguns pedaços da muralha que foi restaurada. Também em Pequim, está a Cidade Proibida. O que uma vez foi usada para abrigar imperadores é agora uma popular atração turística. Ela é feita de templos, corredores e abrigos e, dizem ter 9.999 cômodos. Ela é localizada atrás da Praça da Paz Celestial, que é uma grande área ao ar livre rodeada por prédios do governo. A praça é também usada para muitas celebrações e visitada por empinadores de pipa e também por turistas diariamente.

Grande Muralha da China                                                                   Cidade Proibida
Praça da Paz Celestial

Xian


Os guerreiros e cavalos do Museu Qin Terracotta colocaram a cidade de Xian no mapa dos turistas.O museu tem guerreiros e cavalos em tamanho natural e feitos de terracota. Os guerreiros e os cavalos estão organizados em formação de batalha e expostos ao público. Outras atrações em Xian incluem a Torre do Sino e sua irmã, a Torre do Tambor. Elas são dois pontos arquitetônicos turísticos da cidade. Há também a Muralha da Cidade da dinastia Ming, que é o maior castelo dessa dinastia que ainda está intacto.

Museu de Terracota                                                                                          Torre do Sino


Torre do Tambor                                                                                     Muralha da Cidade

Fonte:ehow/Emily Retherford &Lu Catanho

Visite todas as maravilhas da China viajando com a CHINATUR, podendo agora pesquisar os locais no site da CHINATUR o site da DECOLAR, confira.

China cria novo recorde ao atrair investimento direto estrangeiro

Segundo relatório divulgado recentemente pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), a China atraiu 136 bilhões de dólares de investimento direto estrangeiro em 2015, um aumento de 6% frente ao valor do ano passado, criando um novo recorde histórico.


De acordo com o relatório, o fluxo de investimento direito global em 2015 cresceu 36%, totalizando 1,7 trilhão de dólares, nível mais alto desde 2007. A nova rodada de fusão e aquisição tansfronteiriça constitui a principal força que promove o aumento do investimento estrangeiro. Os mercados em desenvolvimento da Ásia atraíram 548 bilhões de dólares, representando um terço do investimento estrangeiro global.



O fato faz com que a região continue sendo o maior destino dos investimentos direitos estrangeiros do mundo. Com 136 bilhões de investimento direto estrangeiro, a China fica no terceiro lugar do ranking. O investimento no setor manufatureiro do país registrou uma queda, enquanto o fluxo para os serviços mantêm tendência de grande crescimento.

Fonte: CRIOnline

Conheça alguns roteiros elaborados pela equipe da CHINATUR, clique no link e conheça detalhes:

Paraíso da Terra
13 dias / 12 noites
Beijing - Xian - Guilin - Hangzhou - Suzhou - Shanghai
Um circuito de China com cidades tradicionais e Hangzhou, conhecida como "Paraíso da Terra" pela sua prosperidade e sua vida coditiana pacífica, também descrita por Marco Polo como "a mais bela e elegante cidade do mundo".


10 dias / 9 noites
Beijing - Xian - Shanghai - Guilin - Guangzhou
Aproveite as sensações inimagináveis despertadas pela capital histórica, política e cultural da China com templos, jardins e valiosas relíquias de antigas dinastias que convivem pacificamente com arquitetura e entretenimento modernos.

4 dias / 3 noites
Zhangjiajie
Planeta do Avatar, onde encontra-se a colina considerada como protótipo da “Montanha Hallelujah” no famoso filme americano “Avatar” exibido em 2010, dirigido por James Cameron.



11 32929240 sokan@chinatur.com.br

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Paisagens maravilhosas do Parque Yehliu em Nova Taipei


Paisagens maravilhosas do Parque Yehliu em Nova Taipei
Paisagens maravilhosas do Parque Yehliu em Nova TaipeiTuristas visitam o Parque Geológico Yehliu em Nova Taipei, Taiwan, no sudeste da China, em 26 de janeiro de 2016.

As paisagens geológicas maravilhosas formadas pelas ondas, intemperismo das rochas, movimento da terra e movimento da crosta terrestre, tornaram o parque um famoso destino turístico.



Paisagens maravilhosas do Parque Yehliu em Nova TaipeiPaisagens maravilhosas do Parque Yehliu em Nova Taipei






Fonte: Diário do Povo Online



Contato

11 32929240 sokan@chinatur.com.br

“Ano Cultural China-América Latina” será inaugurado no final de março

  BEIJING, 26 de jan (Diário do Povo Online) – As atividades do “Ano Cultural China-América Latina” serão realizadas durante todo o ano de 2016 na China, América Latina e no Caribe (Caraíbas), envolvendo cerca de 30 países da região, tais como México, Argentina, Brasil, Cuba, Chile, Costa Rica, entre outros. Este será o maior evento cultural coorganizado pelo país asiático e pela região latino-americana desde a fundação da Nova China.

 “Ano da Cultura China-América Latina” irá promover um amplo intercâmbio nas áreas da arte, literatura, relíquias culturais, livros, imprensa, turismo, entre outras. Está prevista também a realização de uma série de atividades e projetos, incluindo espetáculos, exposições, fóruns, exibição de filmes, feiras de livros, tradução de obras clássicas e promoção do turismo, com a participação de diversos museus, teatros, órgãos artísticos e universidades.

  O famoso pianista chinês, Lang Lang, foi nomeado embaixador da iniciativa e vai participar ativamente na promoção do evento.

Lang Lang irá realizar espetáculos em agosto deste ano no Chile, Argentina e em outros países latino americanos, assim como dar seminários aos jovens desses países que tenham interesse pelo piano e pela cultura tradicional chinesa.

Segundo as informações, a cerimônia de abertura do “Ano Cultural China-América Latina” será realizada no final de março, no Centro de Artes Tianqiao de Beijing.



Em julho de 2014, o presidente chinês Xi Jinping apresentou, durante a sua vista à América Latina, a proposta de realização do “Ano Cultural China-América Latina”, que visa ampliar a influência e afinidade da cultura chinesa na América Latina e dar a conhecer ao povo chinês as artes e culturas da América Latina.


Fonte: 




Shanghai, Nanjing e Hangzhou com nova política de isenção de vistos


O governo chinês definiu que, a partir do dia 30 de janeiro, os aeroportos de Shanghai e os aeroportos de Nanjing e de Hangzhou, passam a ter o poder de emitir certificados especiais de turismo a cidadãos de 51 países, autorizando-os a permanecer em território chinês por 144 horas sem a necessidade de tirar visto, no caso de provarem que a passagem por estas cidades é uma escala para um terceiro país.

Esta informação foi comunicada pelo Ministério de Segurança Pública ontem (terça-feira). Os estrangeiros que atravessem a China durante o seu percurso para uma terceira localização podem escolher qualquer um dos portos anteriormente referidos para entrar e sair do país.

De acordo com as informações divulgadas, desde 2013 está em atividade uma política semelhante, sendo que a diferença reside na duração de permanência, neste caso de 72 horas isentas de visto.

Segue-se a lista dos países aos quais a nova política se irá aplicar:

Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Polónia, Portugal, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia, Suíça, Rússia, Reino Unido, Irlanda, Chipre, Bulgária, Roménia, Ucrânia, Estados Unidos, Canadá, Brasil, México, Argentina, Chile, Austrália, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Japão, Singapura, Brunei, Emirados Árabes Unidos, Catar, Sérvia, Croácia, Bósnia Herzegovina, Montenegro, Macedónia e Albânia.

Leitura relacionada: 
A China tem expandido o número de cidades que oferecem até 72h de isenção de visto, no caso de se tratarem de uma escala para um terceiro destino. Até ao momento, o número de cidades que já aderiram à iniciativa são já 16: Beijing, Shanghai, Guangzhou, Harbin, Xi’an, Xiamen, Guilin, Kunming, entre outras, numa extensão geográfica que abrange os quatro cantos do país.


Esta política, implementada desde 2013, abrange cidadãos de uma lista de 51 países.

Fonte: