Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Turismo na Rota da Seda é tendência para se aprender mais sobre a China


  BEIJING, 23 de maio - Para Heinrich Schultz, um aposentado alemão de 77 anos, essa é a grande chance da sua vida. Heinrich faz parte de um grupo de 50 alemães que estão fazendo uma jornada de ônibus pela antiga Rota da Seda.


A jornada de dois meses vai levar o grupo da Alemanha, passando pela Polônia, Belarus, Rússia, Cazaquistão, Uzbequistão e Quirguistão. Eles vão entrar na China pela fronteira mais a oeste do país.

Liu Guosheng, diretor da China Tour, (na China) que ajudou a organizar a viagem, disse que ela “será uma experiência inesquecível de uma viajem que vai desde o Atlântico até o Pacífico”.

De acordo com ele, cerca de 13 mil quilômetros da viagem serão feitos dentro da China.
Da região autônoma de Xinjiang, no oeste, até Shanghai, no leste, os turistas alemães vão passar por mais de 20 cidades.

Cerca de 26 milhões de turistas estrangeiros visitaram a China em 2015, sendo 5 milhões vindos da Europa.

Beijing, Xi'an, Shanghai e o Riu Yangtzé são os destinos favoritos dos turistas europeus.

http://www.chinatur.com.br/chinatur3.1/roteiros.php

A Administração Nacional de Turismo vê o “Turismo na Rota da Seda” como uma nova forma de se atrair turistas estrangeiros, "é bom para as pessoas conhecerem mais sobre a China, especialmente sobre a parte noroeste do país".

Fonte: Diário do Povo Online

Beijing (3n) – Xian (2n) – Dunhuang (1n) – Turpan (2n) – Urumqi (2n) – Shanghai (2n)

Dunhuang(1n) – Turpan(2n) – Urumqi(2n)
                                                        www.chinatur.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário