Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

China combaterá danos à Grande Muralha - Beijing


Beijing, - A Administração Estatal de Patrimônio Cultural (AEPC) da China lançará uma campanha para combater os danos criminosos à Grande Muralha.
Beijing (3n) – Xian (2n) – Shanghai (2n) 

A campanha envolverá inspeções regulares e verificações aleatórias nos esforços de proteção realizados pelas autoridades em 15 províncias, regiões autônomas e municípios.
Construída do século III a.C. até a Dinastia Ming (1368-1644), a Grande Muralha estende-se por mais de 21 mil quilômetros, da Província de Gansu (noroeste) à de Hebei (norte).
Beijing (3n) – Xian (2n) – Hangzhou (2n) – Suzhou (1n) – Shanghai (2n)
A Grande Muralha enfrenta ameaças da natureza e dos humanos. Terremotos, chuvas, ventos e outros elementos naturais destruíram muitos tijolos.
Falta de esforços de proteção nas regiões remotas e um plano fraco para proteção também contribuíram para os danos.
Em 2006, a China divulgou uma regulação nacional sobre a proteção da Grande Muralha. 
Este ano, a Região Autônoma da Mongólia Interior incluiu as despesas para proteção da Muralha em seu orçamento. O governo da cidade de Fangcheng, Província de Henan, iniciou uma campanha para especialistas em conservação e residentes a protegerem.

Beijing (3n) – Xian (2n) – Guilin (2n) – Shanghai (2n)





Fonte: Agência Xinhua

Nenhum comentário:

Postar um comentário