Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Ascensão da China comporta conjunto de novas oportunidades ao mundo

A Cúpula do G20 foi inaugurada na cidade chinesa de Hangzhou, no dia 4 de setembro
Com a realização da Cúpula do G20 em Hangzhou, no dia 4 de setembro, o Diário do Povo publicou na segunda-feira um artigo intitulado “O progresso da China trará mais oportunidades ao mundo”.
O artigo refere que, passados 38 anos do início da reforma e abertura, a China contemporânea atingiu um novo ponto de partida histórico. Neste novo ponto de partida, passar-se-á, por fim, da teoria à prática. Maior qualidade, eficiência, justiça e desenvolvimento sustentável são conceitos pelos quais a nova China se irá pautar para se beneficiar a si própria enquanto país, e favorecer de igual modo o resto do mundo. Segue-se o resumo do artigo.
Uma potência com 1,3 bilhão de pessoas num processo de modernização contínua é um caso inédito na humanidade. Desde o início da reforma e abertura, a China conseguiu tirar da pobreza 600 milhões de pessoas, atingindo os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) estipulados pela ONU. Entre 2011 e 2015, a economia chinesa cresceu a uma média de 7.3% - o equivalente ao volume do PIB de um país desenvolvido médio – e contribuiu em 25% para o crescimento econômico mundial. 
A China passou a ser o motor de desenvolvimento da economia mundial.

Presidente chinês profere discurso na cerimônia inaugural da Cúpula do G20

Atualmente, o crescimento da economia chinesa está cada vez mais intercalado com o resto do mundo, sendo cada vez mais uma referência para o exterior. Na primeira metade deste ano, a economia da China cresceu em 6.7%, segurando a liderança no conjunto das principais economias do mundo. A contribuição do consumo final para o PIB foi de 73,4%. O setor terciário da economia passou a ocupar 54,1% desse contributo, acompanhado do melhoramento e atualização da indústria, e da aceleração do ajustamento estrutural a ocorrerem atualmente no país.
Todos estes fatores demonstram a robustez, o potencial e a margem de progressão para uma remodelação e melhoramento da economia chinesa. Esta mudança de paradigma deverá comportar um rol de oportunidades para o mundo.
Fonte: Diário do Povo Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário