Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 6 de março de 2017

América Latina se volta para China por estabilidade econômica e oportunidades

Brasília, 5 mar - A América Latina testemunhou um desenvolvimento mais estável e forte nos últimos anos graças à relação com a China, disseram observadores políticos e econômicos brasileiros.
Resultado de imagem para america latina e chinaAntes de o mais alto órgão legislativo e o mais alto órgão de assessoria política da China realizarem no início de março as sessões plenárias anuais que definem o futuro político e econômico nacional, falaram os especialistas à Xinhua sobre a relação mutuamente benéfica entre o país e a América Latina.
EXPANDIR O INTERESSE MÚTUO
"A presença da China na América Latina tem dois efeitos: primeiro, beneficiando o crescimento e o desenvolvimento econômicos; e segundo, mudando o eixo das alianças", disse José Luís Pagnussat, economista e membro do Conselho Federal de Economia.
Hoje em dia, com o aumento de investimento da China na região e o crescimento do comércio bilateral, o interesse mútuo deles também está se expandindo, segundo Pagnussat.
LAÇOS POLÍTICOS MAIS FORTES
A vitalidade de comércio transfronteiriço inevitavelmente fortalece os laços políticos, sublinhou Pagnussat, citando como exemplo os laços comerciais entre plantadores de soja brasileiros e os processadores chineses.
José Luiz Pagnussat - representante da banca examinadora
Dada a atual forte tendência em direção ao protecionismo e isolacionismo, especialmente desde que Donald Trump assumiu a presidência dos Estados Unidos, a vontade da China de estabelecer parcerias políticas e comerciais é uma alternativa significativa, disse Pagnussat.
Quando os países fecham a economia, há um impacto negativo no crescimento econômico mundial, observou o economista, enfatizando a importância do papel da China em promover a abertura econômica.
GRANDE POTENCIAL
Para Argemiro Procópio, professor emérito de Relações Internacionais na Universidade de Brasília, os laços China-América Latina estão em uma altura nova depois da visita oficial do presidente Xi Jinping ao Equador, Peru e Chile em novembro do ano passado.Resultado de imagem para america latina e china
Um grande potencial existe também na cooperação China-América Latina nas áreas de educação, cultura, ciência e tecnologia, disse ele.
As decisões chinesas têm importância mundial, especialmente "quando você olha para o volume comercial da China, que representa uma fatia muito grande de comércio mundial", afirmou Pagnussat. 
Fonte: Agência Xinhua

Nenhum comentário:

Postar um comentário