Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

segunda-feira, 2 de abril de 2018

O que visitar ou conhecer na China

Encantadora por sua forte tradição centrada na família e na comunidade, complexa na sua diversidade e rigorosa com questões políticas e sociais. Com uma das culturas mais antigas de todo o mundo, a China é, atualmente, o país mais populoso do planeta e o quarto maior em questão de espaço territorial.
Resultado de imagem para china
O país está entre os 5 países mais visitados do mundo!
Resultado de imagem para chinaNa hiper movimentada capital chinesa, o aeroporto em si já é um espetáculo: amplo, muito moderno e organizado. Beinjing divide seu grande território entre espaços bem modernizados e a arquitetura tradicional milenar. Shanghai trocou a filosofia milenar, ostenta uma arquitetura moderníssima e, como a mais cosmopolita das cidades da China, puxa o poderio econômico do país.
Em Macau os mega-cassinos disputam espaço com calçadas e edifícios com um ar mais descontraído. E como não citar a fervilhante Hong Kong? Cenário de filmes clássicos de kung-fu e famosa por seus arranha-céus.
 Algumas atrações da China, entre construções, monumentos e paisagens naturais:
Beijing (3n) – Xian (2n) – Guilin (2n) – Hangzhou (2n) – Suzhou (1n) – Shanghai (2n)

Cidade Proibida


 Está localizada na cidade de Beijing e é considerado o maior complexo de palácios do mundo, rodeados por muros de 10 metros de alturas. Lá é possível visitar o Mausoléu de Mao Tse Tung, onde está embalsamado o fundador da República Popular da China.
A decoração do local foi influenciada pelo feng shui, uma arte milenar organiza os espaços a fim de atrair bons fluídos para o ambiente. O local possui uma série de superstições. Por exemplo, a grande maioria dos telhados é da cor amarela, o que segundo os chineses atrai prosperidade e é relacionado ao período imperial.
Beijing (3n) – Xian (2n) – Shanghai (2n) – Guilin (1n) – Guangzhou (1n)

Grande Muralha da China
Com mais de cinco mil quilômetros de extensão, o monumento está entre as sete maravilhas do mundo e foi construído para conter os invasores em meados do ano 221. Seus muros possuem comprimento total de 8.850 km. Existem diversos trechos da muralha como Badaling, Huanghuacheng, Mutianyu, Jiankou, Gubeikou, Jinshanling e Simatai que são ricos de história, além de possuírem uma bela vista.

Exército de Terracota

Resultado de imagem para exercito de terracota da china 

Conhecido também como Gerreiros de Xi'an ou Exército do Imperador Qin, o exercito reúne representações em tamanho real de cavalos, soldados, carros e oficiais. São mais de 7 mil estátuas, cada uma com a sua característica particular. Os soldados foram encontrados por um agricultor que cavava um poço. Alguns cientistas afirmam que cada soldado representou um modelo real de ser humano.

Beijing (3n) – Xian (2n) – Shanghai (2n) – Guilin (2n)

Palácio de Potala

 

Localizado na cidade de Lhasa, no território tibetano, o palácio foi construído para servir de refúgio espiritual e antiga residência de Dalai Lama. Atualmente é um museu estadual, declarado Patrimônio Mundial e considerado uma das 7 maravilhas do mundo.

Beijing (3n) – Xian (2n) – Lhasa (3n) – Chengdu (1n) – Guilin (1n) – Shanghai (2n)

Templo do Céu


Localizado em Beijing, também é Patrimônio Cultural da Humanidade e visitado por milhares de turistas todos os dias. Foi utilizado pelas Dinastias Ming e Qing, para clamar por boas colheitas e para agradecer os frutos colhidos.

Beijing (3n) – Xian (2n) – Guilin (2n) – Shanghai (2n)

Yangshuo



Cidade localizada às margens dos rios Yulong e Lijang. Yangshuo é um dos destinos turísticos mais explorados pelos próprios chineses. A região se mantém, primordialmente, pela agricultura do arroz e possui magníficas paisagens montanhosas. Andar de bicicleta entre as colinas, ou até mesmo a pé, pelos campos de arroz é um passeio imperdível.

Tem tanta diversidade no país mais populoso da Terra que, para nós ocidentais, conhecê-lo significa quebrar as barreiras do preconceito e mergulhar de cabeça em uma realidade que, definitivamente, não nos pertence.


Fonte: http://foradecasa.com.br/Roteiros: Chinatur

Nenhum comentário:

Postar um comentário