Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Turismo na China - Beijing depois de 2008

Resultado de imagem para pequim mapa

Beijing do século XXI se remodelou para sediar as Olimpíadas de 2008. De lá para cá, ficou mais acessível e receptiva aos viajantes estrangeiros. Se ainda é difícil se comunicar em mandarim, dá muito bem para se virar no inglês. Apesar do contínuo progresso, a metrópole não perdeu suas raízes e a identidade cultural do antigo império chinês. Passear por ela continua sendo uma viagem no tempo, pois os tradicionais artesãos e as pessoas a bordo da velha e boa bicicleta coexistem com os grandes empreendimentos comerciais e as constantes novidades tecnológicas.

Resultado de imagem para pequim turismo

INFORMAÇÕES ÚTEIS:


Clima
No verão (entre os meses de julho e agosto), as temperaturas médias superam os 30°C; no inverno (de novembro a fevereiro) os termômetros caem para até -10°C

Fuso Horário
(UTC +8) 11 horas à frente do horário do Brasil

Idioma
Mandarim

População (26.06.2017 17:18:20)
1 386 038 700
População atual
710 251 913
População masculina atual (51.2%)
675 786 787
População feminina atual (48.8%)
8 273 461
Nascidos neste ano


Território
16.411 km²

Voltagem
220 V

Código Telefônico
010

Moeda
Yuan

Tomadas

CULTURA

00204343.jpg?w=555&fit=crop&auto=compress%2CformatA China é um dos berços da humanidade. Logo, sua capital guarda os principais tesouros e monumentos dessa cultura milenar, como a Cidade Proibida e a Muralha da China. Pequim soube, ao mesmo tempo, preservar a tradição enquanto se modernizada, e hoje é o centro cultural do país. A cidade está repleta de universidades, templos, espetáculos acrobáticos, teatrais, óperas, galerias e museus. Nas artes, valoriza-se a caligrafia tanto quanto a pintura, antiga ou contemporânea.
Muralha da China
Em geral, os trabalhos expostos refletem os costumes, superstições e aspirações locais. Os melhores acervos de arte estão no National Art Museum of China, no complexo de galpões 798 Dashanzi Art District e no Gudai Jianzhu Bowuguan (Museu de Arquitetura Antiga). Na categoria futurista, há um incrível museu que as crianças adoram, o China Science and Technology Museum.
Para conferir as principais apresentações artísticas na cidade, duas casas se destacam. O Teatro Chaoyang é o palco da Trupe Acrobática da China, o maior grupo de acrobatas do país, e o Teatro Liyuan hospeda a aclamada ópera de Pequim.
Resultado de imagem para theatre chaoyang beijing

O QUE FAZER

O que fazer em Pequim? Passear pelos pontos históricos da metrópole é praticamente uma obrigação para o viajante. Não há como ignorar a Cidade Proibida nem a Grande Muralha da China, considerados patrimônio da humanidade pela Unesco.
Resultado de imagem para cidade proibida wallpaper
O primeiro, situado no centro, é o complexo de palácios construído em 1406 pelo imperador Yongle, da Dinastia Ming. Lá só viviam imperadores, seus familiares e criados. Os cidadãos não passavam do portão, daí a origem do misterioso nome.
Resultado de imagem para muralha da china wallpaper
Já a segunda construção é algo monumental. Erguida entre os anos 5 a.C. e 16 d.C., a Muralha da China percorre mais de 5.300 quilômetros de extensão. Os trechos mais visitados e próximos de Pequim são o Badaling (mesmo trajeto das Tumbas Ming) e o Mutianyu, ambos a cerca de uma hora e meia em ônibus de excursão. Os com espírito explorador, por sua vez, gostam dos trechos mais distantes e selvagens, como Simatai e Jinshanling.
Prepare as pernas para caminhar mais pelos outros cartões-postais da capital chinesa. Deixe-se fotografar na emblemática Praça da Paz Celestial(Tian'anmen Square). Do tamanho de 63 campos de futebol, é a maior praça pública do mundo, sendo também palco de variadas performances artísticas.
Resultado de imagem para Tian'anmen Square wallpaper
Aos que admiram arquitetura religiosa, Templo do Céu é o maior ícone da China. Ele é formado por três edifícios principais e possui um agradável parque anexo. Um pouco mais afastado do centro, o Palácio de Verão merece constar no roteiro de visitas. O conjunto palaciano tem mais de 800 anos de idade e abriga belos jardins, monumentos e um grande lago.
Resultado de imagem para templo do céu wallpaper
Resultado de imagem para templo do céu wallpaper
Por fim, aproveite para conhecer os hutongs, bairros típicos formados por um labirinto de ruas antigas e explore o emergente bairro Chaoyang, onde está o Parque Olímpico.

COMIDA

Resultado de imagem para pato de pequimNo quesito gastronomia, Beijing evoluiu muito nos últimos tempos. Hoje, a cidade possui bons restaurantes de comida regional, que vai dos pratos apimentados da região de Sichuan até os frutos do mar adocicados de Xangai. Mas a grande especialidade local, carro-chefe em muitos cardápios, é com certeza o pato assado fatiado e acompanhado de panquecas. 
Resultado de imagem para Malian DaoOs restaurantes mais famosos para essas e outras iguarias são o Fangshan, existente desde 1925 no parque Beihai, e o Quanjude, que tem várias filiais na cidade. Já nos grandes hotéis é possível degustar outros pratos da culinária asiática, sobretudo da Rússia, da Índia e do Vietnã.Quem quiser emoções ainda mais fortes não deve deixar de provar as exóticas iguarias à base de insetos ou escorpião, vendidas em barracas de rua. Depois, é só fazer a digestão na Malian Dao, tradicional rua de casas de chá, com as mais diferentes ervas chinesas.

NOITE

00227078.jpg?w=555&fit=crop&auto=compress%2Cformat
Resultado de imagem para pequim a noite
Se Shanghai sempre foi a mais agitada das metrópoles chinesas,Pequim também não tem ficado para trás, mudando um pouco a fama de cidade que só trabalha. A região ao redor do Estádio dos Trabalhadores, no bairro Chaoyang, concentra quase todos os bares e baladas. As da rua Lotus ficam sempre lotadas. Para saciar o apetite de quem passa a noite fora de casa, a região conta ainda com muitos restaurantes e lanchonetes abertos 24h.

TRANSPORTE

Como o trânsito na cidade é caótico, uma das melhores maneiras de se locomover é de táxi. O preço é bem acessível, mas sempre tenha em mãos o endereço do destino escrito em mandarim, no caso do motorista não entender inglês.
Já o transporte público tem melhorado e se tornado bastante eficiente. metrô foi ampliado e, além de rápido e barato, se conecta ao trem de superfície. Em todas as estações, há avisos e comunicações visuais em inglês, o que facilita a vida do viajante ao andar pela capital chinesa. Graças às Olimpíadas de 2008, até os ônibus foram modernizados, a maioria movida a gás e até com TVs de plasma. Só não pense nessa opção de transporte na hora do rush. Aliás, para driblar os congestionamentos, as bicicletas têm ganhado cada vez mais adeptos nas ruas de Pequim.
00204353.jpg?w=555&fit=crop&auto=compress%2Cformat

COMPRAS

Em Pequim, como em toda a China, a regra básica é barganhar, principalmente nos mercados ou lojinhas de rua. Para isso, uma das principais vias comerciais da cidade é a Nurenjie, cujo nome em mandarim significa “rua das mulheres”, no bairro de Chaoyang. Nela, há um mercado subterrâneo cheio de lojinhas de móveis e roupas, além do principal mercado de flores da cidade. Na mesma vizinhança, encontra-se o popular mercado Yashou, ideal para comprar jeans, bolsas, sapatos e eletrônicos – todos piratas, é importante ressaltar.
Resultado de imagem para Nurenjie beijing
Resultado de imagem para Gate Fashion Mall beijing
Do comércio de rua, siga para os grandes shoppings. Há mais de 80 deles na cidade, muitos em Chaoyang. O Gate Fashion Mall é dos mais badalados. Suas lojas de marcas nacionais e internacionais têm preços mais salgados. O mesmo vale para o Place, que exibe uma das maiores telas digitais do continente na praça de alimentação. O Ri Tan Shangwu Lou não fica atrás e é um centro de compras para roupas, calçados e acessórios de alta qualidade. Outro concorrente de peso é o Oriental Plaza Malleste na Wangfujing, região próxima à cidade antiga. Mas nada supera o Village Sanlitun, conjunto formado por 250 lojas, oito cinemas, hotel-design, galeria de arte, 30 restaurantes e bares e uma grande praça para shows.



Nenhum comentário:

Postar um comentário