Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

A CHINATUR não faz somente ASIA, faz seu pacote de viagens para o BRASIL também.

São Luis Capital  do
Maranhão



São Luís foi fundada pelos franceses, em 1612, mas coube aos portugueses darem à capital do Maranhão sua marca registrada - seu belíssimo estilo arquitetônico. Foram os lusitanos que deixaram como herança os mais de três mil sobrados e casarões que se espalham pelas ruas e praças do Centro Histórico, no bairro de Praia Grande. 

Tombada pela Unesco, boa parte do casario colonial datado dos séculos 18 e 19 remete a uma viagem a um passado de prosperidade e ostentação. 

Hoje, os antigos solares do barões abrigam espaços culturais, museus, lojas e restaurantes que preservam em suas fachadas os coloridos azulejos portugueses. Os bares garantem o agito nas noites de sexta e sábado


“Reggae é o ritmo oficial das rádios, bares e clubes que lotam nos finais de semana”


ATRATIVOS CULTURAIS EM SÃO LUÍS

Grande parte do acervo cultural de São Luís está reunida no Centro Histórico, tombado pela Unesco e que ocupa quase todo o bairro de Praia Grande. O casario colonial - cerca de três mil construções - predomina na paisagem, conduzindo a uma viagem ao século 18, quando os portugueses tomaram a cidade dos franceses. 

Para circular por ali e encontrar tudo aberto, vá entre terça e sábado, à tarde, observando os detalhes das fachadas dos sobrados que se espalham por ruas de pedra, becos, ladeiras, praças e largos. Infelizmente, a preservação dos imóveis deixa a desejar. Para ver tambor-de-crioula, apareça na sexta-feira ao anoitecer. O happy hour é concorrido do meio da semana em diante, sendo que as noites de sexta e sábado são as mais movimentadas.
Os famosos azulejos portugueses - há também exemplares franceses, belgas e alemães -  que decoram os prédios do Centro Histórico não se limitam às funções estéticas. Aplicados na fachada das residências no século 19, foram fundamentais para a adaptação dos portugueses ao clima equatorial - ao refletirem a luz do sol, amenizavam o forte calor da região.

MUSEUS

CASA DO MARANHÃO
Endereço:  R. do Trapiche, s/n    
Tel:  (98) 3218-9955

O museu folclórico funciona no antigo Prédio da Alfândega, datado de 1873. Restaurado em 2014, oferece visitas guiadas que apresentam todo o acervo, formado por vestimentas e instrumentos musicais usados nas festas do Bumba-Meu-Boi. No novo espaço, equipamentos multimídia conduzem a uma viagem pela história, tradições, patrimônio e as artes maranhenses. O visitante pode ainda fazer um passeio sonoro passando pelo reggae maranhense, o som das Caixeiras, o Tambor de Crioula, o Tambor de Mina e ainda experimentar as festas e danças tradicionais do estado.

CASA DE NHOZINHO

Endereço:  R. Portugal, 185
Tel:  (98) 3218-9951

O museu está instalado em um dos mais imponentes prédios coloniais do Centro Histórico, com quatro andares e fachada recoberta de azulejos. O nome do espaço é uma homenagem ao artesão maranhense que, ao longo da vida, confeccionou brinquedos e figuras do folclore em buriti. No acervo da casa estão inúmeras obras de Nhozinho, com destaque para as delicadas miniaturas de personagens do Bumba-Meu-Boi. Também estão expostos objetos e artefatos do cotidiano regional, como pilões, carro de boi, utensílios de pesca e artesanato indígena. Aproveite as visitas guiadas para conhecer em detalhes cada um dos pavimentos.

MUSEU HISTÓRICO E ARTÍSTICO DO 
MARANHÃO
Endereço:  R. do Sol, 302
Tel:  (98) 3221-4537

O preservado Solar Gomes de Sousa, erguido em 1836, foi transformado em museu em 1973. Os objetos em exposição - mobiliário, porcelanas, vidros e cristais - reconstituem os ambientes das ricas residências maranhenses dos séculos 18 e 19. Antes de entrar para uma visita guiada, aprecie a fachada, um belíssimo exemplar da arquitetura colonial portuguesa.

MUSEU DE ARTES VISUAIS


Endereço:  R. Portugal, 273
Tel:  (98) 3218-9938

O destaque da exposição são os estilos variados dos azulejos portugueses, ingleses, franceses e alemães dos séculos 18 a 20. Também há coleções de pinturas de artistas brasileiros e de arte sacra do século 17. Um mirante no terceiro andar descortina bonita vista do Centro Histórico, da baía de São Marcos e do Mercado Praia Grande. Há visitas guiadas.


CONSTRUÇÕES HISTÓRICAS

PALÁCIO DOS LEÕES

Endereço:  Av. D. Pedro II
Tel:  (98) 2108-9000

Quando foi erguida pelos franceses, em 1612, a construção foi batizada de Fortaleza de São Luís. Tomada pelos portugueses, foi transformada em um palácio neoclássico com salões que exibem mobiliário, obras-de-arte, gravuras e quadros dos séculos 18 e 19.


TEATRO ARTHUR AZEVEDO

Endereço:  R. do Sol, 180 –
Centro Histórico
Tel:  (98) 3218-9900


O segundo teatro mais antigo do Brasil foi inaugurado em 1817. A bela obra em estilo neoclássico ficou abandonada por cerca de 30 anos - de meados de 1960 a 1991 - sendo restaurada em 2005. 

Desde 2006, a casa é aberta ao público para visitas guiadas e espetáculos.

CASA DAS TULHAS

Endereço:
 R. da Estrela, s/n
(esquina com Rua Portugal)

A construção de 1820 e fachada colonial abriga o Mercado Praia Grande, repleto de delícias típicas - castanha de caju e doces, além de cachaça de mandioca e farinha.
 O espaço abriga ainda barracas de comida e artesanato, abertas até o fim da tarde. 


IGREJAS

CATEDRAL DA SÉ
Endereço:  Av. Pedro II, s/n
Tel:  (98) 3222-7380

A igreja erguida pelos jesuítas em 1699 passou por uma série de reformas desde a inauguração. Em 1922, a fachada ganhou detalhes neoclássicos, enquanto nos anos 50 o teto da nave foi incrementado com pinturas. O altar-mor, porém, foi preservado, com rebuscadas talhas douradas barrocas do século 19.


IGREJA DO CARMO
Endereço: 
Praça João Lisboa, s/n

Beleza e história se misturam na Igreja do Carmo, erguida em 1627. Em 1643 a construção foi transformada em fortaleza pelos combatentes que expulsaram os invasores holandeses. Já em 1866 teve a fachada revestida por belíssimos azulejos portugueses, preservados até hoje.

A capital maranhense, porém, exibe uma faceta moderna e luxuosa.

Do outro lado do Rio do Anil está a parte nova de São Luís, ligada à área antiga pela ponte José Sarney. Por lá estão arranha-céus, shoppings centers, restaurantes sofisticados que servem pratos típicos como o arroz-de-cuxá e bares ao redor da charmosa Lagoa da Jansen.



As praias - de águas não tão azuis - também ficam nesta área. A maré costuma variar bastante ao logo do dia, ainda assim, dá para curtir um banho em Calhau, Olho D'Água e Araçagi.





 O Parque Nacional dos Lençóis é um Paraíso ecológico com 155 mil hectares de dunas, rios, lagoas e manguezais. Raro fenômeno geológico, foi formado ao longo de milhares de anos através da ação da natureza. Suas paisagens são deslumbrantes: imensidões de areias que fazem o lugar assemelhar-se a um deserto.

Mas com características bem diferenciadas. Na verdade chove na região, que é banhada por rios. E são as chuvas, aliás, que garantem aos Lençóis algumas das suas paisagens mais belas. As águas pluviais formam lagoas que se espalham em praticamente toda a área do parque formando uma paisagem inigualável.
Algumas delas, como a Lagoa Azul e Lagoa Bonita já são famosas pela beleza e condições de banho. Os povoados de Caburé, Atins e Mandacaru são pontos de visita obrigatórios. 

Atrativos

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses 155 mil hectares de pura natureza e muitas surpresas para o viajante, num roteiro que inclui visuais sedutores e por de sol inesquecível, flora e fauna abundantes. Grandes vastidões de dunas, lagoas, banhos de mar esperam pelo turista neste verdadeiro santuário da natureza. 

Praias - Ponta do Mangue, Moitas, Vassouras, Morro do Boi, e Barra do Tatu são algumas das belas praias que esperam pelo turista em Barreirinhas. Chega-se de barco a todas elas, partindo-se da sede do município. 

Mandacaru - Vila de pescadores onde a maior atração é um farol de 35 metros de altura com 160 degraus, de onde se tem um belo visual do parque. 

passeio de voadeira pelo Rio Preguiças consegue surpreender reunindo muitas atrações interessantes. Em um só dia pode-se conhecer os Pequenos Lençóis, os macacos-pregos de Vassouras, o Farol Preguiças em Mandacaru, ir até a Praia de Caburé almoçar e depois retornar.


Rio Preguiças – Barreirinhas
O rio chama Preguiças pois devido as curvas ele quase não tem correnteza. Outra curiosidade é que o nível de água do rio pode subir ou descer de acordo com a maré. Um rio bem diferente .

A margem do rio Preguiças é muito interessante.

 Muito manguezal, palmeiras de açaí, buriti e outros frutos da região.

De repente, a vegetação começa a reduzir e surgem dunas de areias. É fácil perceber que está chegando  Vassouras, local dos Pequenos Lençóis.










Navega-se mais um pouco e já se avista o Farol Preguiças em Mandacaru.

Quer coisa mais relaxante que se deitar em uma bóia e deixar que a água faça seu trabalho, te levando através de um rio calmo e cristalino?

É esse tipo de atividade que os visitantes encontram em Cardosa, um povoado perdido no tempo, nas proximidades de Barreirinhas e dos Lençóis Maranhenses.
O passeio, também conhecido como Boia Cross, dura cerca de uma hora e percorre 3 km do rio Formigas, que abastece o povoado.
Não espere velocidade ou adrenalina. O passeio é tranquilo e relaxante, perfeito se você estava na correria (da viagem ou da vida) e quer um tempo para parar, deixar o pensamento correr e não se preocupar com nada.

E nãuo se esqueça do protetor solar!

Você pode fazer um pacote 
  • Contato

    11 32929240 sokan@chinatur.com.br
para o Maranhão ou para outro qualquer lugar do Brasil e do mundo, contatando a Decolar .com no site CHINATUR!!!
Confira no link abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário