Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

quarta-feira, 9 de março de 2016

Iniciativa do Cinturão e Rota da China não é expansionismo, diz chanceler

  Beijing, 9 mar - A Iniciativa do Cinturão e Rota proposta pela China não deve ser considerada expansionismo, mas sim uma iniciativa aberta, disse hoje o ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi.


"A iniciativa é uma ideia da China, mas as oportunidades criadas por ela pertencem ao mundo", disse Wang em uma entrevista coletiva realizada no marco da sessão anual da Assembleia Popular Nacional, o mais alto órgão legislativo chinês.

Nova Rota da Seda
A Iniciativa do Cinturão e Rota refere-se ao Cinturão Econômico da Rota da Seda, que liga a China à Europa via a Ásia Central e Ocidental, e à Rota da Seda Marítima do Século 21, que conecta a China com o Sudeste Asiático, a África e a Europa.

A iniciativa é uma resposta à necessidade de desenvolvimento e cooperação entre os países asiáticos e europeus, e mostra que a China se encontra na rápida transição de ser um mero participante do sistema internacional a um fornecedor de bens públicos, disse Wang.

Mais de 70 países e organizações internacionais expressaram o interesse na iniciativa, e mais de 30 países assinaram acordos com a China para construí-la conjuntamente.

A arquitetura financeira está basicamente no lugar. O Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura proposto pela China entrou em operação e o primeiro grupo de projetos financiados pelo Fundo da Rota da Seda foi lançado.

Uma rede de conectividade tomou forma, em que destacam o Corredor Econômico China-Paquistão e o Corredor Econômico China-Mongólia-Rússia. E atualmente um trem de carga conecta a China com a Europa.


Fonte: Agência Xinhua / Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário