Digite aqui o assunto que busca

Siga-nos por e-mail

terça-feira, 8 de março de 2016

Tibete irá simplificar processos para entrada de estrangeiros, aumentando o turismo.



  Numa tentativa de atrair mais turistas e de se tornar num dos destinos de topo do mundo durante os próximos 5 anos, a Região Autónoma do Tibete demonstra interesse em reduzir o tempo que  é necessário para emitir autorizações de viagem a estrangeiros.

Atualmente, viajantes estrangeiros precisam de uma autorização de viagem antes de poderem dar entrada na região, juntamente com o visto chinês. Este requisito extra prende-se com as tradições únicas do Tibete, com a sua herança cultural, limitações na capacidade de recessão de visitantes e necessidades de proteção ecológica. Sem este documento, que deve ser requisitado juntamente com uma agência de viagens autorizada, os estrangeiros não são autorizados a apanhar voos ou comboios para se dirigirem à região.


“O Tibete irá abrir as suas portas a mais turistas domésticos e estrangeiros durante os próximos 5 anos. Iremos simplificar os procedimentos para os estrangeiros que queiram obter autorizações de viagem, acelerando o processo”, disse Hong Wei, vice-diretor da comissão de desenvolvimento turístico do Tibete. Hong falou durante uma discussão de grupo na sessão anual da Assembleia Popular Nacional(APN).


“São necessários pelo menos 15 dias para os estrangeiros receberem a autorização após submeterem todos os documentos, no caso da entrada na região não lhes ser recusada. Espero que este processo possa ser consumado em menos de uma semana no futuro”, disse Xu Bin, gestor de uma agência de viagens sediada em Lhasa, a capital do Tibete.



Fonte: 


Alguns roteiros exóticos elaborados pela Chinatur !

Lhasa (3n) – Gyantse (1n) – Shigatse (1n) – New Tingri (2n) – Shigatse (1n) – Lhasa (1n)



Nenhum comentário:

Postar um comentário